Últimas notícias:

Loading...

Negros ingressam mais que brancos no ensino superior pela 1ª vez

50,3% dos inscritos em instituições públicas brasileiras são negros

Por: Redação

Em 2018, pela primeira vez, os estudantes negros (pretos ou pardos) se matricularam mais que brancos em universidades públicas do país. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Negros em sala de aula
Crédito: Piranka/ iStockNegros são maioria de inscritos em universidades públicas, diz IBGE

O informativo Desigualdades Sociais por Cor ou Raça no Brasil fez uma comparação com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio – Contínua (Pnad Contínua), que teve início em 2016.

A pesquisa mostrou que apesar dos universitários representarem 55,8% da população brasileira, 50,3% dos inscritos no ensino superior são negros. Na rede privada, contudo, pretos e pardos ainda são minoria, representando 46,6% do total.

A pesquisa ainda aponta que os índices educacionais de negros melhoraram em acesso e permanência. Segundo a Agência Brasil, em 2016, jovens de 18 a 24 anos pretos ou pardos em universidades públicas era de 50,5% e subiu para 55,6% dois anos depois.

Uma analista de indicadores sociais do IBGE disse que o resultado reflete as políticas públicas, como o sistema de cotas, que ajudaram no acesso e permanência na rede de ensino.

Compartilhe:

?>