ONG denuncia situação de abrigos para pessoas com deficiência

O relatório foi feito pela Human Rights Watch

Por: Redação | Comunicar erro
No total, 19 abrigos foram visitados no Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Distrito Federal

Um relatório divulgado pela ONG Human Rights Watch nesta quarta-feira, dia 23, denuncia as condições de vida e o tratamento a pessoas com deficiência em instituições do Brasil. O documento alerta para a falta de apoio público e de fiscalização nos abrigos que recebem quem tem mobilidade e sentidos reduzidos ou sofre de distúrbios psicossociais.

“Eles ficam até morrer”, disse o diretor de um desses locais, frase que deu nome ao relatório. Para fazer o levantamento, 19 abrigos foram visitados no Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Distrito Federal, entre novembro de 2016 e março de 2018.

Na maior parte das instituições, pesquisadores encontraram uma situação degradante, como adultos e crianças amarrados a camas, passando o dia todo sem estímulos que os permitam buscar uma vida com independência. Além disso, eles destacaram o grande número de pessoas dividindo o mesmo espaço, e a falta de roupas e itens de higiene de cada interno.

Segundo a organização, o que mais surpreendeu foi o uso recorrente de medicamentos sem prescrição terapêutica, somente para “acalmar” internos mais agressivos e os manterem dopados. “Às vezes usamos camisa de força e colocamos as pessoas em um cômodo de isolamento para se acalmarem”, relatou um funcionário.

Os pesquisadores encontraram uma situação degradante na maior parte das instituições

A Human Rights Watch também constatou que muitos funcionários não eram preparados para lidar com crianças e adultos que têm algum tipo de deficiência, o que pode agravar o estado de saúde dos internos.

“Em várias instituições, a Human Rights Watch documentou abusos, incluindo maus-tratos, negligência, uso de restrições para controlar ou punir os residentes, sedação, bem como condições desumanas e degradantes. As condições e o tratamento foram particularmente abusivos nas instituições com número elevado de pessoas com necessidade de apoio intensivo”, diz o texto.

O documento alerta para a falta de apoio público e de fiscalização nos locais visitados

Em um dos abrigos visitados, os internos usavam fraldas e não saíam das camas para ir ao banheiro. “Funcionários de uma instituição disseram que as fraldas estavam em falta e contavam com apenas duas fraldas para adultos ou crianças por dia. Como resultado, alguns residentes tinham que permanecer com fraldas sujas por longos períodos”, conta outro trecho.

Leia o relatório na íntegra.

Assista ao vídeo abaixo:

  • O Catraca Livre acompanhou as dificuldades enfrentadas pelo cadeirante Douglas Nascimento no transporte público de São Paulo. Confira a reportagem:

1 / 8
1
04:17
Estadão, Folha e O Globo apontam possível queda de Bolsonaro
Os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e O Globo - de maior circulação no país - …
2
04:56
Maconha e nudez usadas no WhatsApp contra universidades
Entenda como o pensamento de Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, impactou e instaurou uma crise generalizada em uma …
3
03:22
Teoria da conspiração associa facada em Bolsonaro ao filho Carlos
Teorias conspiratórias são, por definição, baseadas na irrealidade. Em alguns casos, em loucura. Mas uma em especial tem ganhado destaque …
4
04:04
Justiça quebra sigilo bancário de Flávio Bolsonaro e Queiroz
As acusações envolvendo esquemas de corrupção no gabinete de Flávio Bolsonaro estão ganhando um novo capítulo. Pedra no sapato do …
5
02:52
Bolsonaro diz que vai indicar Sergio Moro para vaga no Supremo
O presidente Jair Bolsonaro se comprometeu em indicar o ministro Sergio Moro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal. A …
6
03:41
Movimentos estudantis convocam ato contra os cortes na educação
Um ato marcado para esta quarta-feira, 15 de maio, promete mobilizar secundaristas, universitários, pós-graduandos, professores e outros profissionais contra os …
7
06:06
A construção do papel de mãe para quem opta pela adoção
O depoimento de Rosangela Ferreira faz parte do especial Mãe não é tudo igual, que destaca que cada maternidade tem …
8
06:33
O drama de retornar ao trabalho após a licença maternidade
O depoimento de Maria da Conceição faz parte do especial Mãe não é tudo igual, que destaca que cada maternidade …