ONU afirma: 9 em cada 10 desastres naturais são causados pela mudança climática

Mudança climática no planeta é a principal causa dos desastres naturais ocorridos nos últimos anos, afirma ONU

Por: Redação

Segundo relatório divulgado pelo Escritório da ONU para Redução do Risco de Desastres e pelo Centro de Pesquisa da Epidemiologia dos Desastres, nove de cada dez desastres naturais estão relacionados a mudanças climáticas.

“Atravessamos o ano mais quente jamais registrado. Cerca de 98,6 milhões de pessoas se viram afetadas por desastres em 2015 e o clima, ajudado por um forte fenômeno de El Niño, foi um fator em 92% dos casos”, afirmou o especialista Robert Glasser em matéria divulgada pela revista Época nesta semana.

Entre os impactos registrados pelo estudo, destacam-se as 32 maiores secas registradas no ano passado, o dobro da média anual levantada na década anterior. Mais de 50 milhões de pessoas foram afetadas pelo fenômeno, sobretudo na África.

Além disso, constatou-se que o impacto dos desastres não está relacionado ao tamanho ou à demografia dos países. A exemplo da Guatemala, que aparece em quinto lugar entre os dez países – com 627 mortes causadas por deslizamentos de terra. Além das mortes, quase 3 milhões de pessoas sofreram as consequências do acidente.

Entre as causas, destaca-se a localização dos bairros em áreas de encostas, o que, no país, é desaconselhado sob o ponto de vista do planejamento urbano.

Terremotos

Um dos países mais vulneráveis a abalos sísmicos na América Latina, o Chile aparece na sexta colocação entre as nações que registraram perdas econômicos em função de desastres naturais. Destaca-se aí inundações e um terremoto seguido de tsunami – Estima-se gastos de até US$ 3,1 bilhões, segundo números apresentados pela ONU.

No caso dos terremotos, embora não sejam os mais frequentes, representam a ameaça natural mais mortal no planeta, a exemplo do ocorrido no Nepal, causando 8.831 mortes em 2015.

Inundações 

Em segundo lugar na escala de desastres aparece as inundações, sobretudo, pelo número de afetados, com 27,5 milhões em 152 ocorrências em todo o mundo.

As tempestades – cada vez mais recorrentes devido ao aquecimento do planeta – surgem como terceiro tipo de desastre mais impactante e afetou 10,5 milhões de pessoas. Além disso, as temperaturas extremas, no caso as ondas de calor, foram outra categoria de desastre que ganharam força nos últimos anos.