Opinião: Datafolha tira otimismo de Bolsonaro e ajuda Haddad

Pesquisa mostra redução de 18 para 12 pontos de diferença

A leitura da pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta, 26, mostra uma tendência de queda de Jair Bolsonaro e subida de Fernando Haddad – tendência já captada pelo Ibope.

Mas o Datafolha mostra uma aprofundamento da tendência.

Bolsonaro tem 56% dos votos válidos; Haddad, 44%.Na pesquisa anterior, a diferença era de 59% a 41%.

Houve, portanto, uma redução de 18 para 12 pontos de diferença.

No período, emergiu o caso do WhatsApp, revelado em reportagem da “Folha” que mostrou como empresários compraram pacotes de impulsionamento de mensagens contra o PT pelo aplicativo. A Justiça Eleitoral e a Polícia Federal abriram investigações.

Ainda é muito grande a distância. Mas o suficiente para tirar o otimismo de Bolsonaro e animar Haddad.

Nesse período, ocorreu o escândalo do WhatsApp, a retirada do ar de página do Facebook ligadas ao PSL, a desastrosa declaração de Eduardo Bolsonaro sobre o fechamento do STF e a discurso raivoso de seu pai domingo, prometendo prender adversários políticos.

Provavelmente não está sendo positiva a recusa de Bolsonaro de participar dos debates.