Para evitar Fake News, MBL vai criar regras internas para memes

Conhecido por espalhar Fake News, movimento agora que conter esta prática

Por: Redação

Depois de instituir o meme como ferramenta parlamentar, o MBL (Movimento Brasil Livre) agora quer ‘regulamentar’ sua produção e adotar uma espécie de “controle de qualidade”.

Kim Kataguiri
Crédito: DivulgaçãoKim Kataguiri, um dos líderes do MBL

O movimento, liderado pelo deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), estuda implementar regras para a produção interna de memes.

De acordo com a coluna Painel, da Folha, a ideia evitar a proliferação de Fake News usando QR Code para rastrear a fonte da informação.

Em março, Kim Kataguiri reservou um espaço em seu gabinete em Brasília para que dois funcionários passassem o dia criando ‘memes’.

A criação de memes é levada a sério pelo MBL e conta com design gráficos que se inspiram em pautas quentes da Câmara e Senado, como o impasse sobre a reforma da Previdência.

O parlamentar também sugere temas para os virais.