Pelo menos 22 mortos em explosão em show de Ariana Grande

Por: Redação | Comunicar erro
Explosões aconteceram durante show da cantora Ariana Grande

Nesta segunda-feira, 22, o show da cantora pop Ariana Grande, em Manchester, na Inglaterra, foi alvo de um ataque terrorista. Explosões no estádio Manchester Arena, onde acontecia o show, deixaram 22 mortos e 59 feridos.

O responsável pelo ataque se chama Salman Abedi, trata-se de um britânico de 22 anos, muçulmano de descendência líbia. Ele teria ido de Londres para Manchester de trem, segundo a BBC.

Atentado em show de Ariana Grande deixa 22 mortos e mais de 50 feridos

De acordo com informações da assessoria da cantora, Ariana Grande não se feriu.

Pelas redes sociais, a cantora se manifestou:

“Quebrada. Do fundo do meu coração, eu peço profundas desculpas. Não tenho palavras”, disse a cantora.

O Estado Islâmico já reivindicou a autoria do ataque.

Nesta terça-feira, 23, a rainha Elizabeth 2ª disse que “a nação inteira está chocada” com o ataque. “Sei que falo por todo mundo ao expressar minha empatia mais profunda com todos os que foram afetados por esse evento horrível”, afirmou.

Os governos da Alemanha e da França enviaram mensagens de condolências às vítimas e ofereceram apoio ao governo do Reino Unido.

O presidente dos EUA, Donald Trump, durante viagem a Israel, disse que os responsáveis pelos ataques são “perdedores perversos”, e disse estar solidário ao povo do Reino Unido.

De acordo com o presidente da Câmara de Vereadores de Manchester, Richard Leese, a explosão não abalará a cidade. O Reino Unido está no segundo nível mais alto de alerta terrorista, indicando que um ataque é altamente provável.

  • Informe-se:

Compartilhe: