Polícia vai indiciar marido de Caroline Bittencourt por homicídio

Para o delegado, ele assumiu risco ao navegar com mau tempo

Por: Redação | Comunicar erro

O empresário Jorge Sestini, marido de Caroline Bittencourt, será indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, segundo a Polícia Civil. A modelo morreu depois de cair de uma lancha que atingiu o litoral norte de São Paulo no último dia 28.

Para o delegado Vanderlei Pagliarini, que investiga o caso, Jorge teve um comportamento negligente ao sair para navegar com a mulher naquele dia.

Crédito: Reprodução/InstagramPolícia vai indiciar marido de Caroline Bittencourt por homicídio

Segundo o G1, ele resolveu indiciar o empresário depois de ouvir depoimento do dono da marina de onde partiu a embarcação do casal. Também foi ouvido o marinheiro que resgatou Jorge. Segundo o inquérito, mesmo advertido sobre o mau tempo, Jorge resolveu seguir com os planos.

O dono da marina afirmou no depoimento que também alertou outras embarcações que estavam no mar e que no meio da tarde notou que três não tinham retornado.

Ainda no depoimento, ele conta que às 15h37 de domingo encaminhou uma mensagem que recebeu via whatsapp sobre o vento que já provocava estragos em Itanhaém, no Litoral Sul.

Segundo o proprietário da marina, neste momento, o empresário informou que estava no Canal de São Sebastião e que chegaria às 17h30.

Percebendo então que a embarcação não tinha retornado, emitiu nova mensagem às 17h15 avisando da situação crítica já no Canal de São Sebastião, contudo, já não teve resposta de Jorge Sestini.

“Sabedor do mau tempo que assolava naquele momento a região, especialmente para quem se encontrava a bordo de embarcações de pequeno porte, expressamente advertido a esse respeito, resolveu por lançar-se ao mar, não providenciando ao menos que a vítima utilizasse um colete salva-vidas, como lhe competia, negligência indiscutível que remete aos fundamentos dos delitos culposos”, disse o delegado.

A pena, caso Jorge seja condenado por homicídio culposo, é de um a três anos de detenção.

1 / 8
1
02:29
Sequestro na Ponte Rio-Niterói termina após mais de três horas
Um homem armado entrou em um ônibus e manteve 37 reféns no início desta terça-feira, 20, na Ponte Rio-Niterói, via …
2
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
3
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
4
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
5
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
6
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
7
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
8
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …