Policiais do Rio recebem turistas com ‘bem-vindo ao inferno’

Por: Redação

A imprensa internacional repercutiu nesta terça-feira em suas redes sociais o protesto de policiais civis, militares e bombeiros do Rio de Janeiro ocorrido ontem na área de desembarque do aeroporto do Galeão, como é chamado o aeroporto internacional Antônio Carlos Jobim.

Em uma das faixas, com os dizeres em inglês, o grupo saudava quem chegava à capital fluminense com a frase: “Welcome to hell. Police and firefighters don’t get paid, whoever comes to Rio de Janeiro will not be safe” (Bem-vindo ao inferno. A polícia e os bombeiros não receberam pagamento, quem vier para o Rio de Janeiro não estará seguro”).

 

O protesto, que ocorre a 39 dias do início dos Jogos Olímpicos, é contras às condições precárias de trabalho e o parcelamento dos salários dos agentes públicos.

Segundo o “O Globo”, alguns policiais civis afirmam que arcam com as despesas de manutenção de veículos, material de escritório e até reparos de infiltrações nas delegacias.

Na manhã desta terça-feira, o golfista australiano Jason Day, atual número um do mundo, desistiu de participar dos Jogos com medo de contrair o vírus da zika.

Confira a nota de Jason Day:

Na semana passada, o norte-irlandês Rory McIlroy, quarto colocado do ranking mundial, anunciou que não virá ao Rio de Janeiro também por conta do vírus da zika. O reserva imediato do golfista, Graeme McDowell, cuja esposa está grávida, também desistiu da disputa.

Compartilhe: