“Por que o sr. atirou em mim?”: campanha pede fim da violência policial nas periferias

Por: Redação

Para lembrar a morte de Douglas Rodrigues, 17, que foi assassinado durante uma abordagem da Polícia Militar no dia 27 de outubro, na Vila Medeiros, zona norte de São Paulo, artistas e ativistas lançaram um vídeo reproduzindo a frase dita pelo jovem antes de morrer: “Por que o sr. Atirou em mim?”.

Reprodução
Douglas, 17, era estudante e trabalhava em uma lanchonete. Seu irmão, de apenas 13, estava com ele no momento do assassinato

O PM Luciano Pinheiro Bispo foi preso por homicídio culposo (sem intenção de matar) e teve liberdade provisório concedida pela Justiça Militar.

Para mostrar que o caso não é isolado, os artistas e ativistas também perguntam no vídeo “Por que vocês atiram em nós” e convocam um um ato para quarta-feira, 13, às 18h, na EE Professor Victor dos Santos Cunha (Rua João Simão de Castro, 280 na Vila Sabrina/Zona Norte), denunciando a violência policial e o genocídio da juventude pobre e negra. 17 entidades assinam o manifesto da campanha.

Segundo manifesto do grupo, a violência da Polícia Militar “tem cor e endereço, assim como Douglas, são jovens negros e de periferias”. Em 2012, 1890 pessoas morreram decorrentes de violência policial no Brasil – uma média de cinco pessoas por dia.

Nos EUA, com uma população 60% maior que a brasileira, 410 pessoas foram mortas pela polícia.

Amarildo

Reprodução
A ossada de Amarildo ainda não foi encontrada

Além da morte de Douglas, outro caso tornou-se símbolo da violência policial no Brasil. No dia 14 de junho, o ajudante de pedreiro desapareceu após uma abordagem policial na favela da Rocinha. Ele foi conduzido para a sede da Unidade de Polícia Pacificadora e posteriormente levado em uma viatura.

Antes de ser morto, Amarildo foi submetido à sessões de tortura. 25 policiais militares foram acusados pelo crime, incluído o major Edson Santos, então comandante da UPP.

O caso ainda foi marcado por depoimentos combinados e provas falsas que acusavam Amarildo de ser traficante.

1
Chuva forte deixa São Paulo debaixo d’água
A chuva que começou ontem não deu sinal de trégua e fez São Paulo amanhecer debaixo d’água nesta segunda-feira, 10. …
2
Coronavírus: aviões da FAB vão retirar brasileiros de Wuhan, na China
Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram nesta quarta-feira, 5, em direção a Wuhan, na China, para retirar os …
3
BBB20: Mulheres decidem o destino de Pétrix Barbosa
A união das mulheres  decidiu o destino de Pétrix não apenas no Big Brother Brasil 20, mas também fora da …
4
Damares Alves: abstinência sexual, protesto e contradição?
Por que este grupo de mulheres deu as costas para a ministra Damares Alves enquanto ela defendia sua política de …
5
Bolsonaro e a demissão do secretário que viajou com jato da FAB
O presidente Jair Bolsonaro anunciou em sua conta no Twitter que vai tornar sem efeito a nomeação de José Vicente …
6
Visibilidade trans: a história de Thais de Azevedo
O que é violência para você? Para Thais de Azevedo essa pergunta resume uma trajetória de vida. Como mulher trans, …
7
Qual o impacto do feminismo na periferia ? Luana Hansen dá a letra
Dj, MC e produtora musical, Luana Hansen fez e faz história no movimento hip hop há, pelo menos, duas décadas. …
8
Brumadinho: relatos lembram a maior tragédia socioambiental do Brasil
Há um ano, a cidade de Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte (MG) viveria um pesadelo difícil de ser esquecido.Era …