Últimas notícias:

Loading...

Procuradora é censurada por postar charge de Bolsonaro no corpo de Xuxa

A imagem fez sucessos nas redes sociais, na época, mas foi considerada quebra de decoro ao ser compartilhada pela procuradora

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A procuradora Paula Cristine Bellotti, da Procuradoria da República em Itaperuna, no Rio de Janeiro, recebeu pena de censura pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), nesta terça-feira, 25, após ter publicado em rede social uma charge do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no corpo da apresentadora Xuxa.

Bolsonaro
Crédito: Agência Brasil/Marcelo Casal JrProcuradora é censurada por postar charge de Bolsonaro no corpo de Xuxa

A publicação em que a procuradora debocha do presidente com a imagem da Xuxa foi feita no ano passado, no Facebook.

Além da paródia com Xuxa, Paula Cristine também publicou fotografias da manifestação dos estudantes em defesa da educação, naquele mesmo ano, e de um ato pró Bolsonaro. Na legenda ela escreveu: “Estudantes e trabalhadores X o lixo que ocupa a presidência da República e seus vagabundos e fracassados”.

A procurada também compartilhou uma publicação em que o presidente aparece de joelhos lambendo os sapatos do chefe do executivo dos Estados Unidos Donald Trump. Na legenda ela escreveu: “Bolsonaro é um miserável e quer que nós nos tornemos iguais a ele! Cabe a nós decidir”.

O CNMP considerou que a procuradora faltou com o decoro necessário ao cargo que ocupa.

Veja a charge que motivou a decisão:

Bolsonaro Xuxa
Crédito: Reprodução/FacebookProcuradora é censurada por postar charge de Bolsonaro no corpo de Xuxa

Compartilhe:

Tags: #bolsonaro