CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Professora pede para mãe ‘dar jeito’ em cabelo de filha

O caso aconteceu na Escola Municipal de Educação Infantil Estrada Turística do Jaraguá, em São Paulo

Por: Redação
Crédito: Reprodução / TwitterA docente disse que o pedido foi feito para a menina ser aceita pelos colegas

A mãe de uma menina de 4 anos denunciou um caso de racismo de uma professora contra sua filha na Escola Municipal de Educação Infantil Estrada Turística do Jaraguá, em São Paulo. Segundo o relato, Janaína de Oliveira Martins foi buscá-la no colégio e ouviu um pedido da docente para “dar um jeito” no cabelo black da criança.

Ao jornal Extra, a cuidadora contou que sua filha, Gabriela, reclamava que os colegas não queriam brincar com ela e muitas vezes acabava sozinha no intervalo. Mas, quando foi à escola conversar com a professora, recebeu uma solicitação.

A professora perguntou se eu podia dar um jeito no cabelo da minha filha, prender ou fazer tranças, porque as crianças não estavam se adaptando, estavam achando estranho o tipo de cabelo dela. Eu falei que não”, disse. A docente ainda afirmou que alguns colegas estavam chamando Gabriela de feia.

Janaína não admitiu a atitude da funcionária da escola. “Falei para a professora: ‘Qual é o seu papel? Não é o de ensinar? Então por que você não ensina às crianças que preconceito é feio? E que elas têm que brincar com ela do jeito que o cabelo dela é. E não eu ter que trançar para outros gostarem dela, agradando meia dúzia da escola”, declarou.

“Falei que ia procurar a direção da escola e ela falou que isso não ia adiantar, que isso não acontece só na sala de aula. Ela comentou que o cabelo dela é ‘ruim’ e ela alisa. Só que minha filha tem 4 anos, não tem lógica eu alisar o cabelo da minha filha, eu não vou alisar para agradar ninguém. Ela vai vir do jeito que ela é. Eu não vou mexer no couro cabeludo dela porque é sensível e pode machucar. Ela vai vir de cabelo solto, sim”, continuou a mãe.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo informou que “a Diretoria Regional de Educação (DRE) Pirituba abriu um procedimento disciplinar contra a professora envolvida”. “Além disso, está realizando ações pedagógicas com os alunos da sala em que a criança estuda, onde estão sendo abordados temas como o respeito à diversidade”, reitera o comunicado.

1
Morre Gilberto Dimenstein, jornalista e fundador da Catraca Livre
É com profunda tristeza que a Catraca Livre anuncia o falecimento de seu fundador, Gilberto Dimenstein, aos 63 anos de …
2
Entenda a operação da Polícia Federal de combate às fake news
O combate às fake news ganhou um novo e importante capítulo nesta semana com a Polícia Federal realizando uma série …
3
Witzel é alvo da PF; Zambelli antecipa operação em entrevista
A Polícia Federal iniciou nesta terça-feira, 26, a Operação Placebo, que apura desvios na Saúde do Rio de Janeiro nas …
4
‘Na Fila do SUS’ retrata o sucateamento da saúde pública em plena pandemia
 'Na Fila do SUS' é uma websérie em formato original com seis episódios que estreia disponível exclusivamente, na plataforma online …
5
Governo libera uso da cloroquina para pacientes em estado leve da covid-19; classe médica discorda
Após pressão do presidente Jair Bolsonaro, o Ministério da Saúde cedeu e ampliou o  protocolo para uso da cloroquina e …
6
Felipe Neto no Roda Vida: confira os principais momentos do programa
Convidado do Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira, 18, o youtuber Felipe Neto afirmou que faz um …
7
Flávio Bolsonaro rebate acusação feita por Paulo Marinho sobre o caso Queiroz
O senador Flávio Bolsonaro rebateu a acusação feita pelo empresário Paulo Marinho em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo …
8
Entenda os motivos do pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich
Antes mesmo de completar um mês à frente do Ministério da Saúde, o ministro Nelson Teich pediu demissão do cargo …