Promotora de eventos é vítima de racismo após ser chamada de ‘macaca’

Dono de agência de eventos mandou áudio do Whatsapp cheio de ofensas

Por: Redação Comunicar erro

Danila Bernardo denunciou um episódio de racismo que sofreu do dono de uma agência de eventos para a qual prestou serviços em São Paulo (SP). Na última quarta-feira, 7, a promotora de eventos usou seu perfil no Facebook para relatar em detalhes o ocorrido.

Em um áudio enviado pelo aplicativo WhatsApp, um homem usa os termos “macaca” e “puta” para se referir a Danila.

danila bernardo
Crédito: Reprodução/FacebookDaniela Bernardo relatou racismo por parte de seu contratante

Segundo a vítima, ela foi contratada pela agência para trabalhar em um grande evento de decoração que durou 60 dias. Após o fim do contrato, a promotora enviou mensagem para o empresário pedindo um comprovante de pagamento.

Racismo: saiba como denunciar e o que fazer em caso de preconceito

“Ele me mandou um comprovante de pagamento e eu perguntei sobre os outros, porque os pagamentos seriam feitos em três vezes. Ele me mandou um primeiro áudio falando que estava no banco, que não daria para mandar no momento, mas que mais tarde mandaria. Foi quando eu recebi o segundo áudio”, iniciou.

Na outra gravação que, segundo ela, foi enviada por engano, constavam as seguintes declarações, enviadas ao “G1”: “Aquela puta daquela Mila… Mila não, Danila. Vai tomar no c*, viu? Não dá para ser racista, não, mas tem hora que tem que chamar de macaca mesmo. Mina chata do cara*. Tô no maior veneno com essa puta dessa macaca do cara*. Agora veio com papo de ‘você precisa somar para saber quanto me pagou’. Eu falei ‘ô querida, você pega todos os comprovantes de depósito que eu fiz para você e soma porque eu não consigo fazer isso agora’”.

“Depois que eu ouvi que entendi que ele tinha mandado em uma lista de transmissão para as pessoas que foram contratadas para o evento. Ele apagou, mas eu consegui ouvir o áudio. Logo depois fui até uma delegacia especializada e abri o boletim de ocorrência”, completou.

Ainda de acordo com a publicação, o empresário não foi localizado para comentar o caso. O caso foi registrado como injúria racial na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), no Centro de São Paulo, na última terça-feira, 6.

“Na hora eu senti repulsa. Eu fiquei tão chocada e indignada que não acreditei no que ouvi. É muito triste e muito revoltante e causa um trauma eterno na pessoa que recebe isso. As pessoas falam que racismo não existe, tratam isso como vitimismo, mas não é”, lamentou.

AGORA criei forças para escrever !👊🏾E sempre chega o dia que teremos que lidar com o racismo que não queremos e não…

Posted by Danila Bernardo on Wednesday, August 7, 2019

Compartilhe:

1 / 8
1
08:59
Lobão analisa a relação de Bolsonaro com seus filhos
Um dos poucos nomes do meio artístico a apoiar a eleição de Jair Bolsonaro (PSL), o músico Lobão revelou recentemente …
2
08:31
Lobão explica como funciona a mente de Olavo de Carvalho
Em entrevista ao vivo no estúdio da Catraca Livre para o jornalista Gilberto Dimenstein, o cantor Lobão, ex-afeto de Olavo …
3
03:39
Alter do Chão sofre com incêndio de grandes proporções
As chamas que consomem uma área de preservação ambiental de Alter do Chão, em Santarém, no Pará, voltaram a se …
4
09:33
Glenn Greenwald: Os limites do jornalismo no governo Bolsonaro
Em entrevista a Gilberto Dimenstein, da Catraca Livre, Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, site responsável pela série de …
5
03:50
Clã Bolsonaro nomeou familiares para cargos de confiança
Uma reportagem publicada pela revista Época mostra que 17 familiares de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro,  foram …
6
10:59
David Miranda x Coaf: Glenn Greenwald fala sobre a investigação
Uma matéria publicada pelo jornal O Globo deu destaque para um relatório do Coaf, em que o deputado federal David …
7
05:12
Glenn Greenwald fala qual foi a matéria mais importante da #VazaJato
Qual foi a matéria mais importante da #VazaJato até agora? Quem responde essa pergunta é o jornalista Glenn Greenwald, do …
8
04:32
É possível apoiar a #VazaJato ao mesmo tempo que a Operação Lava Jato?
O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, deu uma longa entrevista ao jornalista Gilberto Dimenstein sobre a …