Últimas notícias:

Loading...

Protesto bolsonarista contra vacina vira fiasco na Av. Paulista

A manifestação amplamente convocada pelas redes sociais não mobilizou muita gente. Os presentes gritavam: “Fora vachina, queremos cloroquina”

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Um grupo de bolsonaristas se reuniu nesta terça-feira, 22, na avenida Paulista, em São Paulo, para realizar um protesto contra a vacina produzida pelo Instituto Butatan, do governo do Estado, em parceria com o laboratório chinês Sinovac contra a covid-19.

Amplamente convocado pelas redes sociais há semanas por aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com a promessa de ser ‘gigante’, o protesto virou mais um fiasco dos apoiadores do governo, de tão pequeno que foi.

Crédito: Reprodução/TwitterProtesto bolsonarista contra vacina vira fiasco na Av. Paulista

Mesmo pequeno, a manifestação bolsonarista,  em frente à Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), promoveu aglomeração entre os presentes. Parte dos participante, ainda, estavam com máscara no queixo ou sem o item de proteção contra o contágio pela covid-19.

Os bolsonaristas ainda exigiam o uso de cloroquina no lugar da vacina. “Fora vachina, queremos cloroquina”, gritavam os manifestantes. A substancia não apresentou qualquer eficácia contra o novo coronavírus em diversos estudos pelo mundo. No protesto ainda havia uma faixa: “STF militante lixo”.

Há meses, a vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan vem sendo atacada e criticada pelo presidente Jair Bolsonaro por seu desafeto político com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

O protesto na Paulista acontece um dia após o Instituto Butantan anunciar a conclusão da fase 3 de testes da CoronaVac. Em postagem nas redes sociais, o instituto afirmou que os resultados serão “encaminhados para a Anvisa” (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Somente após aprovação da agência, a vacina poderá ser usada na população.