Quem ainda não tem acesso à energia elétrica no Brasil?

Estudos mostram que há demanda por energia de qualidade e limpa nas comunidades. E mais: fontes renováveis podem proporcionar economia para o país

Por: Instituto Clima e Sociedade | Comunicar erro

Basta carregar o computador ou o celular na tomada para ler este texto. Porém, esta não é a realidade de todas e todos no país. A energia elétrica ainda é uma “utopia” para algumas comunidades. Veja!

Sem geladeira para resfriar os alimentos. Sem iluminação para estudar a noite. Sem freezer para manter vacinas. Estima-se que cerca de dois milhões de brasileiros ainda estão sem acesso à energia elétrica. Este valor é calculado a partir de dados das distribuidoras de energia. Agora, o Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) está buscando estimar quantos desses estão na Amazônia. Também é importante especificar onde mora a maioria dessas pessoas, o que é essencial para estimar os custos logísticos e definir a tecnologia apropriada para o atendimento. Além disso, uma hipótese é que a maior parte dessas pessoas se encontra em comunidades remotas com restrição ou até sem nenhum acesso a serviços básicos e onde, dificilmente, a rede elétrica chegará um dia.

aldeia indígena
O projeto Xingu Solar instalou 70 sistemas fotovoltaicos em 65 aldeias

Recentemente, o IEMA divulgou dois estudos, um técnico-econômico e outro abordando aspectos socioculturais, sobre o projeto Xingu Solar do Instituto Socioambiental (ISA), que instalou 70 sistemas fotovoltaicos em 65 aldeias do Território Indígena do Xingu (TIX). As pesquisas mostraram que há demanda por energia de qualidade e limpa nas comunidades. E mais: que fontes renováveis podem proporcionar, futuramente, economia ao país.

Anteriormente no Xingu, o abastecimento de eletricidade era feito quase exclusivamente por geradores comunitários a combustíveis fósseis. Eles são barulhentos, poluidores e de difícil manutenção. Os painéis fotovoltaicos foram instalados pelo ISA em edifícios comunitários como postos de saúde e escolas. Aumentando a oferta de eletricidade sem os problemas dos geradores a combustíveis fósseis, eles trouxeram benefícios como maior oferta de ensino noturno nas aldeias.

Por isso, os painéis solares foram bem-vindos. Eles são silenciosos e complementam os geradores quando há luz solar disponível. Se a tecnologia solar fosse utilizada pelo poder público para realizar o atendimento no TIX em conjunto com os geradores a diesel, isto traria uma economia de mais de R$ 360 mil por ano em subsídios federais custeados por toda a população brasileira no âmbito de políticas públicas como o programa Luz para Todos.

Cerca de dois milhões de brasileiros ainda estão sem acesso à energia elétrica

A Amazônia é responsável por quase um quarto da capacidade de geração de energia instalada no país, mas uma parte de sua população está no escuro. Seria possível incluir todos esses brasileiros. Basta dar acesso à geração de energia apropriada para os costumes e realidades locais de cada comunidade. Todas e todos do país ganhariam.

aldeia indígena
A Amazônia é responsável por quase um quarto da capacidade de geração de energia no país

Este texto foi produzido pela equipe do programa de energia elétrica do Instituto de Energia e Meio Ambiente. para ter acesso aos estudos mencionados no texto, faça o download gratuitamente das publicações e continue aprendendo!

Livros do Instituto de Energia e Meio Ambiente
Crédito: Andreia CoutinhoPublicações do Instituto de Energia e Meio Ambiente
Autor: Instituto Clima e Sociedade

O Instituto Clima e Sociedade (iCS) é uma organização filantrópica que capta recursos e fomenta projetos que contribuam para a construção de soluções para a crise climática. A missão do Instituto é fortalecer as condições que alavanquem práticas duradouras de mitigação e resiliência, rumo a um Brasil carbono neutro, com crescimento econômico e justiça social. O Instituto atua como uma ponte entre financiadores internacionais e nacionais (que são essencialmente fundações e organizações de cooperação bilateral ou multilateral) e parceiros locais (incluindo organizações da sociedade civil, academia, associações, e entidades governamentais).

Termos da rede:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário iCS da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

1 / 8
1
03:46
‘Pretendo beneficiar um filho meu, sim’ diz Bolsonaro sobre embaixada
Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a nomeação de seu filho, …
2
03:15
Num ato de coragem, MBL pede desculpas publicamente
O jornalista Gilberto Dimenstein e a Catraca Livre já foram diversas vezes vítimas das milícias digitais do MBL com as …
3
03:04
O real motivo do ataque de Bolsonaro ao filme de Bruna Surfistinha
Jair Bolsonaro decidiu atacar o filme realizado por Deborah Secco sobre a ex-prostituta Bruna Surfistinha. Motivo oficial: o filme, usando …
4
02:13
Entenda os desdobramentos do caso Tabata Amaral no PDT
O PDT suspendeu a deputada federal Tabata Amaral e outros sete parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, …
5
02:03
Incêndio em estúdio de animação em Japão deixa dezenas de mortos
Dezenas de pessoas morreram durante um incêndio criminoso que tomou conta do estúdio de animação da Kyoto Animation, na cidade …
6
02:19
Barragem abandonada corre risco de rompimento no interior de SP
Uma matéria publicada pelo G1 alerta para o risco de rompimento da barragem de água em Iaras, no interior de …
7
02:30
O que significa a gargalhada de Caetano Veloso?
Um vídeo do cantor Caetano Veloso gargalhando está viralizando nas redes sociais. O motivo da piada é a entrevista que …
8
01:51
Site ‘Não me Perturbe’ permite bloquear ligações de telemarketing
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou o Não me Perturbe, site que permite bloquear ligações de telemarketing. O sistema …