Jovem russa diz que não pode julgar um país por uma pessoa ruim

Informar

Quiosque de coco em Santos oferece como opção canudo de aço inox

"Vamos cuidar do nosso planeta", escreveu o estabelecimento nas redes sociais

Por: Heloisa Aun | Comunicar erro
Zé do Coco, dono do quiosque, toma água de coco com canudo de aço
A iniciativa do quiosque de água de coco foi muito elogiada pelos clientes

Uma embalagem plástica que você joga no lixo pode causar sérios danos à natureza. De acordo com uma pesquisa da Universidade de Queensland, na Austrália, cerca de 100 mil animais marinhos morrem todos os anos por causa da contaminação desse material. Para diminuir esses impactos, um quiosque de coco em Santos, litoral de São Paulo, decidiu oferecer uma alternativa aos clientes: trocar os canudos de plástico por de aço inox.

O anúncio da novidade no Zé do Coco, localizado no Canal 6 da cidade, foi feito pela página do estabelecimento no Facebook. A ideia em prol do meio ambiente recebeu muitos comentários positivos e elogiando a iniciativa. “O kit do canudo com a escovinha de higienização custa R$ 20. Os clientes que adquirirem o kit automaticamente ganharão uma água de coco para inaugurar o canudo! Vamos cuidar do nosso planeta”, escreveu o quiosque na rede social.

Em entrevista à Catraca Livre, o dono do local, José Costa dos Santos, conhecido como Zé do Coco, contou que a ideia de substituir o item por um material mais sustentável surgiu nos últimos meses, quando pessoas ligadas ao meio ambiente o procuraram para explicar os impactos do plástico.

“Procuramos na internet e vimos os canudos de aço inox, mas achamos que dificilmente alguém iria querer adquirir um item que custasse R$20. De qualquer forma, optamos por tentar. Compramos os canudos e fizemos uma postagem no Instragram e no Facebook. A repercussão foi gigantesca e os canudos acabaram no primeiro dia. Mas já fizemos encomendas e quinta-feira, 28, estaremos reabastecidos”, afirma.

Segundo Zé, o quiosque vende, em média, 40 mil cocos por mês, sendo que algumas pessoas pegam mais de um canudo para tomar a bebida. “Não podemos abolir completamente, pois existem pessoas que não querem ou não tem condições de adquirir o canudo de inox. Mas, já estamos pensando em outras possibilidades, como, por exemplo, copos de vidro”, completa.

Um quiosque de coco em Santos, litoral de São Paulo, decidiu oferecer uma alternativa aos clientes: trocar os canudos de plástico por de aço inox.
Um quiosque de coco em Santos, litoral de São Paulo, decidiu oferecer uma alternativa aos clientes: trocar os canudos de plástico por de aço inox.
Um quiosque de coco em Santos, litoral de São Paulo, decidiu oferecer uma alternativa aos clientes: trocar os canudos de plástico por de aço inox.
Um quiosque de coco em Santos, litoral de São Paulo, decidiu oferecer uma alternativa aos clientes: trocar os canudos de plástico por de aço inox.
Um quiosque de coco em Santos, litoral de São Paulo, decidiu oferecer uma alternativa aos clientes: trocar os canudos de plástico por de aço inox.
Um quiosque de coco em Santos, litoral de São Paulo, decidiu oferecer uma alternativa aos clientes: trocar os canudos de plástico por de aço inox.
Um quiosque de coco em Santos, litoral de São Paulo, decidiu oferecer uma alternativa aos clientes: trocar os canudos de plástico por de aço inox.
Um quiosque de coco em Santos, litoral de São Paulo, decidiu oferecer uma alternativa aos clientes: trocar os canudos de plástico por de aço inox.

O quiosque

Conhecido em Santos por seu carisma, Zé nasceu em uma família muito humilde de Pinhão, em Sergipe. Ele chegou na cidade do litoral de São paulo em 1982 e foi trabalhar em uma lanchonete. Algum tempo depois, surgiu a oportunidade de ter um carrinho de praia no Canal 6 para vender água de coco. Esse carrinho foi transformado em um quiosque na mesma região, em 1988, onde já está há trinta anos.

Ainda tem dúvidas sobre os impactos do plástico na natureza? Confira o infográfico abaixo:

Entenda os impactos do plástico no meio ambiente

Leia também:

Rede substitui canudos de plástico por papel no Reino Unido

Compartilhe:

Autor: Heloisa Aun

Feminista, vegetariana e repórter de Cidadania no Catraca Livre. ("nossas costas / contam histórias / que a lombada / de nenhum livro / pode carregar" - Rupi Kaur)