CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Revista ‘AzMina’ estreia novo conceito de conteúdo para mulheres

Por: Redação

Após arrecadar R$ 50 mil em uma campanha de financiamento coletivo, a revista digital ‘AzMina‘, feita para mulheres de A a Z, é lançada nesta terça-feira, dia 1º de setembro. Dirigida pela jornalista Nana Queiroz, criadora do movimento #nãomereçoserestuprada e autora do livro “Presos que Menstruam“, a publicação visa dar voz às mulheres que não se sentem representadas pelas revistas femininas atualmente no mercado.

“As revistas tradicionais fazem com que as leitoras se sintam feias, inadequadas e presas no corpo errado”, diz Nana. O conteúdo da revista passará longe dos manuais do tipo “35 dicas para enlouquecer seu homem na cama”. Segundo a jornalista, a ideia não é dizer às mulheres o que fazer, mas sim dar ferramentas para que elas se empoderem e se transformem na melhor versão de si mesmas.

Divulgação/AzMina
As matérias da primeira edição destacam os feitos de mulheres inspiradoras

As matérias da primeira edição destacam os feitos de mulheres inspiradoras, como Sochua Mu, uma ativista cambojana que ajudou a eleger outras 900 mulheres. Mas o destaque de estreia é uma grande reportagem investigativa, feita na China, sobre as condições precárias de trabalho em fábricas de roupas que fornecem para as redes mundiais de fast fashion.

‘AzMina’ será também a primeira revista feminina a contemplar lésbicas e o público transgênero. Luisa Marilac assina a coluna “Mulher, Trans”. Ela começa conversando com mães de travestis que sofrem com o preconceito e violências a que são submetidas suas filhas.

Divulgação/AzMina
AzMina visa dar voz às mulheres que não se sentem representadas pelas revistas femininas

A revista inaugura um novo modelo de negócio que deve garantir liberdade editorial à primeira revista feminina sem fins lucrativos do mercado. A ideia é apostar em um modelo de captação misto, em que crowdfundings contínuos, editais, fundos de ONGs de estímulo ao empoderamento feminino e anúncios “amigos da mulher” dividam a conta.

‘AzMina’ terá também uma loja virtual com camisetas, porta-cervejas e outros itens. Para saber mais, entre em contato pela página no Facebook ou pelo e-mail nana.queiroz@azmina.com.br.

Divulgação/AzMina
O destaque é uma grande reportagem investigativa feita na China

Compartilhe:

1
Como vai funcionar a renda básica emergencial de R$ 600?
Os trabalhadores de baixa renda sem carteira assinada vão poder contar com uma renda básica emergencial do governo para lidar …
2
Bolsonaro prefere ser ‘do contra’ e luta sozinho contra o isolamento social
O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), insiste em desafiar as recomendações do Ministério da Saúde e da Organização …
3
E se Bolsonaro foi contaminado com coronavírus?
O que não passava de pura especulação e teoria da conspiração tem ganhado ares de verdade com novos capítulos envolvendo …
4
Coronavírus: Câmara aprova auxílio de R$600 para pessoas de baixa renda
A Câmara dos Deputados aprovou na quinta-feira, 26, uma medida que prevê o pagamento de R$600 para trabalhadores de baixa …
5
Bolsonaro e o coronavírus: um presidente na contramão do mundo
O pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite de terça-feira, 24, pegou de surpresa integrantes do governo e …
6
Entenda a MP da Morte: da polêmica e revogação por Bolsonaro até o erro de redação de Guedes
Em apenas uma canetada o presidente Jair Bolsonaro autorizou empresas a suspenderem contratos com seus empregados por 4 meses, sem …
7
Coronavírus no RJ: a situação dos transportes e dos comércios
O Rio de Janeiro adotou medidas mais severas para conter o avanço do novo coronavírus. O governador do estado, Wilson …
8
Eduardo Bolsonaro cria crise diplomática ao culpar a China pelo coronavírus
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) meteu o pé pelas mãos, botou a culpa do coronavírus totalmente na China e …