Publicidade

Informar

Rio Doce processa governos e exige plano de prevenção

Por Conexão Planeta

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade
Crédito: Leonardo Merçon / Instituto ÚlA ação foi protocolada no dia em que se completaram dois anos do vazamento da lama tóxica da Samarco

Isto é inédito e representa muito. Pela primeira vez na história do Brasil, a natureza – um rio, neste caso – entra com ação judicial contra governos para reivindicar ações e ressarcimento por danos ambientais e sociais, alguns irreparáveis.

Representado pela Associação Pachamama, organização que atua na América Latina, no dia 5/11, o Rio Doce (na verdade, a Bacia Hidrográfica do Rio Doce) entrou com pedido na Justiça de Belo Horizonte para solicitar seu reconhecimento como sujeito de direitos e contra os governos federal e de Minas Gerais, exigindo ações efetivas contra desastres futuros.

Para tanto, pede a elaboração e a adoção de um plano de prevenção que proteja a população e a biodiversidade que ainda resta em sua bacia.

Continue lendo a matéria aqui.

  • Confira a reportagem especial sobre a tragédia em Mariana (MG):

https://catracalivre.com.br/materia-especial/depois-da-lama/

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade