Publicidade

Informar

Saiba como agir em caso de abandono de animais

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade

Todos os dias, muitos animais são abandonados pelas ruas. No caso dos filhotes, a situação é ainda mais preocupante já que ainda são muito frágeis e precisam de cuidados especiais.

Ao ver um animal abandonado, não vire as costas ou espere que alguém faça algo por ele. Compartilhamos abaixo um conteúdo disponibilizado pela ONG Adote um Gatinho com dicas muito úteis sobre resgate de animais. Confira:

Você vai precisar:

– De uma caixa de transporte para capturar o gatinho. Em caso de gatos muito assustados, medrosos ou ariscos, você pode chamar um capturador profissional, que o pega e te entrega. O serviço é cobrado e muito bem feito. Conheça aqui este trabalho: www.bichobrother.org.br;

– De um local na sua casa para abrigá-lo (na área de serviço, no lavabo, num banheirinho, até mesmo dentro do box serve);

– Se você já tem animais em casa, nunca coloque o resgatado em contato com eles. Mesmo sem aparentar, o resgatado pode ter alguma doença contagiosa que irá colocar em risco os gatos residentes (mesmo que você já o tenha levado ao veterinário, algumas doenças ficam incubadas e só vão se manifestar tempos depois);

– Levá-lo ao veterinário para passar por um check-up, dependendo do caso até tomar um bom banho. Aqui você encontra uma série de vets que atendem com preços mais acessíveis: www.arcabrasil.org.br/lista-veterinarios-solidarios.php ou você pode procurar o CCZ para realizar a castração gratuitamente;

– Seguindo as orientações do veterinário, dar vermífugo e vacinas (dependendo do estado de saúde ou em caso de gatas prenhas, é necessário aguardar);

– Sempre lave as mãos depois de ter contato com o gatinho resgatado;

– Uma vez que ele estiver saudável, vacinado, vermifugado e principalmente castrado, nós ajudamos você a divulgá-lo! Basta publicar uma foto, a cidade e região onde está o gatinho e seus contatos na página AUG Repassa que a gente põe na timeline para você! ;

– Divulgue também pelo seu bairro, distribuindo pequenos cartazes em petshops, clínicas veterinárias, comércios em geral;

Se precisar de ajuda para o resgate, aqui vão alguns contatos que podem ser úteis nesta hora:

SERVIÇOS DE RESGATES DE ANIMAIS EM SP
SGATE (Oscar)
Ida ao local, primeiros socorros, medicação e transporte até a clínica:
Tel.: (11) 8133.3231
LAÇADORES
Fazem resgate de gatos ariscos ou medrosos que precisam de ajuda. Não ficam com eles, só retira do local e cobram pelos serviços:
Rogério – (11) 99503-4258
Raquel – (11) 99880-0754
Nico – (11) 98385-9244
Eduardo (Bicho Brother) – (11) 94701- 1776
Fabio – (11) 2825-0552 / (11) 98849-4301 (claro) / (11) 94967-5587 (tim) / (11) 97455-2416 (vivo)
Resgate Raposo (DER)
Tel.: (11) 4703.2348
Resgate de animais que estejam correndo riscos na Rodovia Raposo Tavares
Cristiane (bombeira)
Tel.: (11) 3083.5431 – residência / 8367.1373 / 3992.4197 – trabalho
Resgate de animais que estejam correndo riscos na Rodovia Raposo Tavares
Flávio
Pessoatransporte e resgate de animais
E-mail: taxidog.flavio@hotmail.com
Tel: (11) 9718-8133
Atendimento 24 horas – São Paulo e Indicado por www.gatoverde.com.br
Angels Dog
(11) 3498.7400 / 9223.0599
Taxi Pet
Carol Piovenasi e Fúlvio Alexandre – 24hrs
Tel.: (11) 3942.8833 Claro / 8043.5497 Oi
Resgates e no auxílio a animais debilitados que necessitam de primeiros socorros no local.
IMPORTANTE:
Todo e qualquer animal resgatado DEVE SER CASTRADO ANTES DE SER DOADO, assim você terá a certeza de que ele não vai continuar se reproduzindo e aumentando a populacão de animais de rua.

Quem não mora em São Paulo pode entrar em contato com o Centro de Zoonoses da sua cidade para informações sobre castração a preços populares.

Saiba como agir em casa de abandono
Crédito: Getty Images/iStockphotoSaiba como agir em casa de abandono

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade