Segurança que matou jovem no Extra já foi condenado por agressão

Davi Amâncio dava socos e ponta-pés na ex-companheira na frente dos filhos

Por: Redação | Comunicar erro

O segurança Davi Amâncio, que matou o jovem Pedro Gonzaga, na última quinta-feira (14), com uma “gravata” no supermercado Extra da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, já havia sido condenado por lesão corporal após agredir a ex-companheira, e por isso não poderia exercer a função de vigilante, segundo apurou o “Fantástico”, da TV Globo.

A ex-esposa de Davi contou que a agressão aconteceu depois de “uma discussão motivada por ciúmes”, seguida de “vários socos no rosto, na frente dos seus filhos”.

Crédito: Reprodução/YouTubeSegurança na hora que estrangulava Pedro com um mata leão

A condenação de Davi o impede de trabalhar como vigilante. Segundo o Fantástico, ele fez o curso de vigilante em maio de 2017 e foi contratado em dezembro do mesmo ano. A condenação pela agressão saiu dias depois da contratação.

Segundo a Polícia Federal, a documentação de Davi seria revista no curso de reciclagem previsto para maio de 2019. A PF afirma que não tem como saber que algum vigilante foi condenado neste intervalo.

O laudo do IML aponta que a morte do jovem foi causada por estrangulamento. Imagens mostram que o segurança permaneceu sobre Pedro Henrique por pelo menos sete minutos, apesar dos apelos da mãe de Gonzaga. As imagens e o depoimento de uma amiga da mãe do rapaz à polícia mostram que o segurança respondeu dizendo que a mãe estava mentindo.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios. O segurança foi preso em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Entretanto, o suspeito foi solto após pagar fiança.

Crédito: Reprodução/FacebookJovem Pedro, de 19 anos, assassinado por segurança do supermercado Extra, no Rio de Janeiro

Compartilhe:

1 / 8
1
02:53
Suzano e Nova Zelândia: os impactos da exposição excessiva
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse que o nome do atirador que matou 50 pessoas em uma mesquita em …
2
02:28
Posse de armas: Nova Zelândia dá exemplo de civilidade ao mundo
Após chocar o mundo nesta semana com o massacre de 50 pessoas em duas mesquitas de Christchurch, a Nova Zelândia …
3
03:10
Entenda o mistério por trás da boneca Momo
Ainda mais perturbador, o Desafio da Momo está de volta e desta vez a boneca aparece supostamente dentro de vídeos …
4
02:25
Bolsonaro apoia a construção de muro entre EUA e México
Em viagem diplomática a Washington, o presidente Jair Bolsonaro disse apoiar a construção do muro na fronteira entre EUA e México, …
5
01:42
A nova decisão do STF e o futuro da Lava Jato
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a partir de então os crimes de lavagem de dinheiro e corrupção quando …
6
02:31
Atentado na Nova Zelândia: crimes transmitidos nas redes sociais
Mais um atentado terrorista chocou o mundo nesta sexta-feira, dia 15. Um atirador realizou ataques simuntâneos em duas mesquitas, deixando …
7
01:45
O lugar em que os atiradores de Suzano foram considerados heróis
Uma reportagem publicada nesta terça-feira, 14, pelo portal da Vice indica que os atiradores que invadiram a Escola Estadual Raul …
8
04:17
Últimas notícias sobre a tragédia em Suzano