Sem perceber que estava ao vivo, pastor xinga esposa: ‘imbecil’

Religioso foi afastado de suas funções após vídeo viralizar nas redes sociais

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Um pastor foi flagrado xingando a esposa antes de iniciar uma transmissão ao vivo em suas redes sociais. Sem perceber que a câmera estava ligada, Edson Araújo, a Igreja Pentecostal Deus é Amor, chamou a companheira de “imbecil” após se irritar com o jeito que ela havia posicionado o equipamento. O episódio aconteceu na semana passada.

O vídeo da agressão viralizou na internet, inclusive em sites de notícias gospel. Na filmagem, é possível ouvir um barulho de tapa por trás do celular que estava gravando.

pastor
Crédito: Reprodução/TwitterSem perceber que estava ao vivo, pastor xinga esposa em live: ‘imbecil’

“Faz as coisas direito, imbecil”, diz ele. “Arruma o negócio direito, vai Débora”, acrescenta o pastor.

Depois de resolver o “problema”, o religioso retorna a seu assento e inicia o culto saldando os espectadores com a “paz do senhor”.

Diante da repercussão negativa, Edson apagou o vídeo e postou outro com um pedido de desculpas. “Quero aqui, de antemão, pedir a Deus, publicamente pedir perdão à minha esposa Debora pelo meu erro, pela minha falha”, disse o pastor, em sua nova publicação.

Em nota divulgada nas redes sociais, a Igreja Pentecostal Deus é Amor afirmou que o religioso foi afastado de suas funções e que o “medidas cabíveis serão tomadas”.

View this post on Instagram

COMUNICADO A IGREJA PENTECOSTAL DEUS É AMOR vem pelo presente comunicado reforçar o seu absoluto repúdio à violência doméstica e contra as mulheres. Qualquer tipo de violência, principalmente no âmbito doméstico, é totalmente contrária aos princípios cristãos e aos ensinamentos apregoados na bíblia sagrada, nossa base de fé. Devemos nos lembrar que violência doméstica não é apenas pecado, é também um CRIME! Como cristãos devemos combater atitudes como essa de forma muito enérgica. Para não deixar dúvidas, o pastor foi afastado da nossa Igreja e todas as medidas cabíveis já estão sendo tomadas. Nunca nos esqueçamos do que a bíblia nos fala em 1 Coríntios 11:11-12: “Pois, assim como a mulher proveio do homem, também o homem nasce da mulher. Mas tudo provém de Deus.”

A post shared by Igreja Pentecostal Deus é Amor (@igrejadeuseamoroficial) on

“Devemos nos lembrar que violência doméstica não é apenas pecado, é também um crime. Como cristãos devemos combater atitudes como essa de forma muito enérgica”, diz o comunicado.

Como identificar a violência doméstica

Mas como identificar as situações de violência que não são tão explícitas? A psicóloga Kátia Braz cita comportamentos recorrentes que caracterizam um relacionamento abusivo, como o sujeito oferecer algo à companheira que não vai entregar, vender uma ideia de si mesmo totalmente errada e prometer amor e companheirismo eternos.

“Tudo que não tem comum acordo pode ser caracterizado como uma violência. Ele querer controlar a sua vida, ter posse sobre você e fazer com que tudo que você faça seja para o prazer dele são alguns pontos a se destacar”, afirma.

A especialista lista alguns exemplos de situações vistas com frequência em relacionamentos abusivos. Não é possível afirmar que as pessoas com essas atitudes virão a praticar violência física, mas são alguns dos caminhos que historicamente resultaram nesse tipo de situação. Confira mais aqui.