Parem de sexualizar crianças: vídeo comenta livros ‘para menina’

Louie Ponto é mestranda em crítica feminista e youtuber. Em um vídeo recente, publicado pela página do Quebrando o Tabu, ela faz um alerta sobre os livros infantojuvenis vendidos como sendo “para meninas”. Com mais de 1,6 milhão de visualizações e 20 mil reações, o vídeo é uma verdadeira súplica aos pais, professores, educadores e à sociedade como um todo: parem de sexualizar as crianças.

Afinal, a quem serve essa classificação de livros tidos como femininos? Que mensagem transmitimos às meninas quando oferecemos a elas histórias que as posicionam como o sexo frágil à espera do garoto ideal?

No vídeo, ela relembra dois livros – “Coisas que toda menina precisa saber” e “Coisas que toda garota deve saber sobre garotos”, de Samantha Rugen, publicado e reeditado no Brasil pela editora Melhoramentos – que ganhou de presente aos doze anos, e os analisa sob uma perspectiva de gênero.

Ela explica que, apesar de as publicações terem também um foco educativo, ao educar sobre primeira menstruação, TPM e outros temas comuns a pré-adolescentes, o que impera é o estereótipo do cabelo perfeito e da idealização do corpo. Um dos capítulos que ela avalia se chama “Seu maravilhoso corpo”.

“Eles não nascem, mas nós sabemos que nosso assunto preferido não é a lição de inglês, mas, sim, os garotos”, diz um trecho do livro que ela compartilha no vídeo.

É preciso considerar que as publicações em questão não são recentes (as primeiras edições são dos anos 90) e que o mercado editorial infantil e infantojuvenil tem feito esforços para oferecer livros capazes de empoderar meninas e meninos. Porém, a reflexão que eles suscitam é sim atual, visto que a desigualdade entre os gêneros ainda é latente em nossa sociedade.

“Mais uma vez, a gente cai nessa ideia de que mulheres só se interessam e só devem se preocupar com roupa, cabelo, maquiagem corpo. ‘Mas qual qual o problema disso tudo? Tem mulheres que gostam dessas coisas’. Sem dúvida nenhuma, porque a gente aprende a seguir esse tipo de comportamento desde que a gente nasce”, problematiza Louie.

A lição que fica do vídeo é: precisamos parar de sexualizar as crianças.

Para ela, o problema não está em se interessar por esses assuntos, e sim quando os referenciais oferecidos às meninas as levam a pensar que só existe esse padrão.

“A gente precisa pensar sobre os motivos que nos levam a seguir esses padrões e até certos gostos, porque eu tenho certeza que você não nasceu gostando de passar rímer e tirar a sobrancelha”, ressalta.

Mais do que isso, segundo ela, é preciso pensar nas consequências que a obsessão por se encaixar em um padrão muitas vezes inalcansável pode ter sobre meninas e meninos.

“Muitas adolescentes e muitas mulheres adultos têm problema de autoestima, tem problema com o próprio corpo, tem distúrbios alimentares. (…) A gente aprende que nunca é suficiente, não só esteticamente, mas também emocionalmente”.

Louie pondera que toda essa pressão precoce por se encaixar em modelos pré-estabelecidos de feminilidade recai principalmente sobre as meninas, mas, de uma forma geral, atinge a infância em geral, já que a sociedade sexualiza as crianças.

“Muitas vezes, a gente reproduz discursos e atitudes sem pensar, porque a gente nasce e é educado nesse contexto machista, heteronormativo, preconceituoso, excludente, violento e várias outras coisas. Não tem como sair ileso dessa socialização, e por isso a gente precisa rever e questionar pensamentos e atitudes”, defende a youtuber. Assista ao vídeo completo:

Leia mais:

1 / 8
1
01:33
Milícias digitais perseguem MBL após críticas a Bolsonaro
O MBL (Movimento Brasil Livre) deixou de ser aliado para se tornar o novo alvo das milícias digitais pró-Bolsonaro. O …
2
03:41
Manifestação releva descompasso entre o Bolsonaro e a direita
A manifestação marcada para o próximo domingo, dia 26, aparentemente, gerou um desequilíbrio entre os grupos de direita apoiadores do …
3
01:29
Barragem da Vale em Barão de Cocais pode romper a qualquer hora
A barragem da mina do Gongo Soco, localizada em Barão de Cocais, em Minas Gerais pode romper a qualquer momento. …
4
03:36
A mentira do “Sistema” que dificultaria o governo de Bolsonaro
Em uma mensagem divulgada pelo Whatapps na última semana, Bolsonaro disse que o Brasil é "ingovernável" sem "conchavos" e destacou …
5
02:18
Entenda a balbúrdia de Bolsonaro com as manifestações de rua
Um manifestação em apoio ao governo de Jair Bolsonaro e de sua agenda de reformas está marcada para o próximo …
6
04:17
Estadão, Folha e O Globo apontam possível queda de Bolsonaro
Os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e O Globo - de maior circulação no país - …
7
04:56
Maconha e nudez usadas no WhatsApp contra universidades
Entenda como o pensamento de Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, impactou e instaurou uma crise generalizada em uma …
8
03:22
Teoria da conspiração associa facada em Bolsonaro ao filho Carlos
Teorias conspiratórias são, por definição, baseadas na irrealidade. Em alguns casos, em loucura. Mas uma em especial tem ganhado destaque …