Últimas notícias:

Loading...

SP cancela Carnaval de rua, mas mantém desfiles no Sambódromo

Os desfiles só ocorrerão se a Liga aceitar os protocolos sanitários.

Por: Redação

A Prefeitura de São Paulo cancelou nesta quinta-feira, 6, o Carnaval de rua da cidade pelo segundo ano consecutivo. O motivo é o aumento de casos de covid-19 na cidade, após a chegada da variante ômicron.

Apesar do cancelamento do Carnaval de rua, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) manteve os desfiles das escolas de samba no Sambódromo do Anhembi, que devem acontecer nos dias 25, 26, 27 e 28 de fevereiro.

SP cancela Carnaval de rua, mas mantém desfiles no Sambódromo
Crédito: DivulgaçãoSP cancela Carnaval de rua, mas mantém desfiles no Sambódromo

No entanto, os desfiles só ocorrerão se a Liga aceitar os protocolos sanitários.

A decisão ocorreu após representantes da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) apresentaram ao prefeito Ricardo Nunes um estudo sobre o comportamento da covid-19 na cidade nos últimos meses.

De acordo com os dados da Vigilância Sanitária municipal, a capital paulista já pode registrar um número de casos da doença maior do que o da segunda onda, em 2021.

Blocos de Carnaval

Ontem, mais de 250 blocos de São Paulo anunciaram que não irão participar das festas na capital paulista e nem de eventos fechados no autódromo de Interlagos, como era cogitado pela prefeitura.

No manifesto, denominado “Te Amo São Paulo, mas não vou fazer seu Carnaval…”, três entidades afirmam que “os blocos participantes dos Coletivos, em sua grande maioria, comunicam que não sairão às ruas neste Carnaval de 2022, mesmo que a festa seja autorizada” pela gestão municipal.

 Mais de 250 blocos se posicionam contra Carnaval de rua em São Paulo
Crédito: Edson Lopes Jr / Prefeitura de São PauloMais de 250 blocos se posicionam contra Carnaval de rua em São Paulo

O documento é assinado pelo Fórum de Blocos de Carnaval de Rua de São Paulo, pela União dos Blocos de Carnaval de Rua do Estado (UBCRESP) e pela Comissão Feminina de Carnaval de SP.

Essas entidades representam blocos tradicionais como Acadêmicos da Cerca Frango, Jegue Elétrico, Bloco do Abrava, Me Lembra Que Eu Vou, Sanatório Geral, Bloco Gambiarra, Bangalafumenga, Monobloco, entre outros.