Auxílio-moradia: juiz ganha ajuda, mas tem 60 imóveis

Informar

Uma Thurman quebra silêncio e diz como foi assediada sexualmente

Harvey Weinstein, o colecionador de acusações de assédio em Hollywood, acaba de ganhar mais uma denúncia

Por: Redação | Comunicar erro
Uma Thurman em “Kill Bill”

Em texto publicado no respeitado jornal americano “The New York Times“, neste sábado, 3, a atriz Uma Thurman revelou detalhes de como foi assediada sexualmente pelo produtor de Hollywood Harvey Weinstein.

De acordo com a publicação, intitulada “This is Why Uma Thurman is Angry” (este é o porquê de Uma Thurman estar brava, em tradução livre), Weinstein chamou a atriz de “Pulp Fiction” e “Kill Bill” para sua suíte localizada no Savoy Hotel, em Londres. Na ocasião, ele começou a se esfregar nela e tentou tirar a roupa diante da atriz. No entanto, Thurman disse que começou a gritar.

Em 2017, Harvey foi acusado de assédio sexual por várias mulheres, incluindo Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow[3], Mira Sorvino, Rosanna Arquette, Emma de Caunes, Judith Godrèche, Léa Seydoux, Cara Delevigne, Ashley Judd, Rose McGowan, Heather Graham, Brit Marling, Zoe Brock, Lucia Stoller e Louisette Geiss. Ao menos três mulheres o acusaram de estupro: a italiana Asia Argento, a atriz Lucia Evans e uma terceira, que continua anônima.

Estupro

Além do caso de assédio, Thurman revelou na entrevista que foi estuprada aos 16 anos de idade por um ator que tinha 20 anos, em Nova York.

O homem não foi identificado e ela não o denunciou na época. “A partir daí, acho que fiquei menos tolerante a este tipo de coisa”, diz Thurman.

  • Veja também:

Saiba como agir em caso de assédio sexual

Compartilhe: