Vale previa inundação de refeitório e sede de barragem

Relatório de abril de 2018 já apontava os riscos caso a estrutura rompesse

Por: Redação | Comunicar erro

De acordo com o Plano de Ações Emergenciais (PAEBM) da barragem de Brumadinho (MG) a Vale já sabia que o rompimento da barragem destruiria as áreas industriais da mina de Córrego do Feijão, incluindo o restaurante e a sede da unidade, justamente onde se concentra o maior número de vítimas e desaparecidos da catástrofe que chocou o país no último dia 25 de janeiro.

O documento obtido pelo jornal Folha de S. Paulo já apontava que caso a estrutura se rompesse a lama chegaria a 65 quilômetros da barragem.

Datado de 18 de abril do ano passado, o PAEBM previa que “diferentes mecanismos de comunicação serão utilizados, com o uso de acionamentos sonoros”. Porém, nenhuma sirene tocou, como admitiu nesta quinta-feira, 31, o presidente da Vale, Fabio Schvartsman.

Crédito: Foto: divulgação/Corpo de BombeirosBrumadinho submersa na lama da Vale

Além disso, equipes de emergência da Vale deveriam ficar de prontidão em suas bases ou serem deslocadas para pontos estratégicos. No entanto, houve demora de 1h para que o desastre fosse comunicado à empresa, muito provavelmente porque os funcionários elencados no plano como responsáveis por esse alerta morreram (Maurício Lemes, do Centro de Controle de Emergências e Comunicação, e Alano Teixeira, coordenador suplente do PAEBM). Eles ficavam alocados no pé da estrutura da barragem

Outro lado

A Vale afirmou que o PAEBM “foi construído com base em um estudo de ruptura hipotética, que definiu a mancha de inundação”. Segundo a mineradora, a barragem passava por inspeções quinzenais, as últimas em 8 e 22 de janeiro, que “não detectaram nenhuma alteração no estado de conservação da estrutura”.

Crédito: Foto: Corpo de Bombeiros/DivulgaçãoPontilhão da linha férrea que passava por Brumadinho foi destruído com rompimento da barragem

Para ficar por dentro dos desdobramentos do caso em Brumadinho, acompanhe pelo link abaixo:

Compartilhe:

1 / 8
1
04:17
Estadão, Folha e O Globo apontam possível queda de Bolsonaro
Os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e O Globo - de maior circulação no país - …
2
04:56
Maconha e nudez usadas no WhatsApp contra universidades
Entenda como o pensamento de Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, impactou e instaurou uma crise generalizada em uma …
3
03:22
Teoria da conspiração associa facada em Bolsonaro ao filho Carlos
Teorias conspiratórias são, por definição, baseadas na irrealidade. Em alguns casos, em loucura. Mas uma em especial tem ganhado destaque …
4
04:04
Justiça quebra sigilo bancário de Flávio Bolsonaro e Queiroz
As acusações envolvendo esquemas de corrupção no gabinete de Flávio Bolsonaro estão ganhando um novo capítulo. Pedra no sapato do …
5
02:52
Bolsonaro diz que vai indicar Sergio Moro para vaga no Supremo
O presidente Jair Bolsonaro se comprometeu em indicar o ministro Sergio Moro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal. A …
6
03:41
Movimentos estudantis convocam ato contra os cortes na educação
Um ato marcado para esta quarta-feira, 15 de maio, promete mobilizar secundaristas, universitários, pós-graduandos, professores e outros profissionais contra os …
7
06:06
A construção do papel de mãe para quem opta pela adoção
O depoimento de Rosangela Ferreira faz parte do especial Mãe não é tudo igual, que destaca que cada maternidade tem …
8
06:33
O drama de retornar ao trabalho após a licença maternidade
O depoimento de Maria da Conceição faz parte do especial Mãe não é tudo igual, que destaca que cada maternidade …