Vale previa inundação de refeitório e sede de barragem

Relatório de abril de 2018 já apontava os riscos caso a estrutura rompesse

Por: Redação | Comunicar erro

De acordo com o Plano de Ações Emergenciais (PAEBM) da barragem de Brumadinho (MG) a Vale já sabia que o rompimento da barragem destruiria as áreas industriais da mina de Córrego do Feijão, incluindo o restaurante e a sede da unidade, justamente onde se concentra o maior número de vítimas e desaparecidos da catástrofe que chocou o país no último dia 25 de janeiro.

O documento obtido pelo jornal Folha de S. Paulo já apontava que caso a estrutura se rompesse a lama chegaria a 65 quilômetros da barragem.

Datado de 18 de abril do ano passado, o PAEBM previa que “diferentes mecanismos de comunicação serão utilizados, com o uso de acionamentos sonoros”. Porém, nenhuma sirene tocou, como admitiu nesta quinta-feira, 31, o presidente da Vale, Fabio Schvartsman.

Crédito: Foto: divulgação/Corpo de BombeirosBrumadinho submersa na lama da Vale

Além disso, equipes de emergência da Vale deveriam ficar de prontidão em suas bases ou serem deslocadas para pontos estratégicos. No entanto, houve demora de 1h para que o desastre fosse comunicado à empresa, muito provavelmente porque os funcionários elencados no plano como responsáveis por esse alerta morreram (Maurício Lemes, do Centro de Controle de Emergências e Comunicação, e Alano Teixeira, coordenador suplente do PAEBM). Eles ficavam alocados no pé da estrutura da barragem

Outro lado

A Vale afirmou que o PAEBM “foi construído com base em um estudo de ruptura hipotética, que definiu a mancha de inundação”. Segundo a mineradora, a barragem passava por inspeções quinzenais, as últimas em 8 e 22 de janeiro, que “não detectaram nenhuma alteração no estado de conservação da estrutura”.

Crédito: Foto: Corpo de Bombeiros/DivulgaçãoPontilhão da linha férrea que passava por Brumadinho foi destruído com rompimento da barragem

Para ficar por dentro dos desdobramentos do caso em Brumadinho, acompanhe pelo link abaixo:

1 / 8
1
03:46
‘Pretendo beneficiar um filho meu, sim’ diz Bolsonaro sobre embaixada
Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a nomeação de seu filho, …
2
03:15
Num ato de coragem, MBL pede desculpas publicamente
O jornalista Gilberto Dimenstein e a Catraca Livre já foram diversas vezes vítimas das milícias digitais do MBL com as …
3
03:04
O real motivo do ataque de Bolsonaro ao filme de Bruna Surfistinha
Jair Bolsonaro decidiu atacar o filme realizado por Deborah Secco sobre a ex-prostituta Bruna Surfistinha. Motivo oficial: o filme, usando …
4
02:13
Entenda os desdobramentos do caso Tabata Amaral no PDT
O PDT suspendeu a deputada federal Tabata Amaral e outros sete parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, …
5
02:03
Incêndio em estúdio de animação em Japão deixa dezenas de mortos
Dezenas de pessoas morreram durante um incêndio criminoso que tomou conta do estúdio de animação da Kyoto Animation, na cidade …
6
02:19
Barragem abandonada corre risco de rompimento no interior de SP
Uma matéria publicada pelo G1 alerta para o risco de rompimento da barragem de água em Iaras, no interior de …
7
02:30
O que significa a gargalhada de Caetano Veloso?
Um vídeo do cantor Caetano Veloso gargalhando está viralizando nas redes sociais. O motivo da piada é a entrevista que …
8
01:51
Site ‘Não me Perturbe’ permite bloquear ligações de telemarketing
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou o Não me Perturbe, site que permite bloquear ligações de telemarketing. O sistema …