Vale previa inundação de refeitório e sede de barragem

Relatório de abril de 2018 já apontava os riscos caso a estrutura rompesse

Por: Redação | Comunicar erro

De acordo com o Plano de Ações Emergenciais (PAEBM) da barragem de Brumadinho (MG) a Vale já sabia que o rompimento da barragem destruiria as áreas industriais da mina de Córrego do Feijão, incluindo o restaurante e a sede da unidade, justamente onde se concentra o maior número de vítimas e desaparecidos da catástrofe que chocou o país no último dia 25 de janeiro.

O documento obtido pelo jornal Folha de S. Paulo já apontava que caso a estrutura se rompesse a lama chegaria a 65 quilômetros da barragem.

Datado de 18 de abril do ano passado, o PAEBM previa que “diferentes mecanismos de comunicação serão utilizados, com o uso de acionamentos sonoros”. Porém, nenhuma sirene tocou, como admitiu nesta quinta-feira, 31, o presidente da Vale, Fabio Schvartsman.

Crédito: Foto: divulgação/Corpo de BombeirosBrumadinho submersa na lama da Vale

Além disso, equipes de emergência da Vale deveriam ficar de prontidão em suas bases ou serem deslocadas para pontos estratégicos. No entanto, houve demora de 1h para que o desastre fosse comunicado à empresa, muito provavelmente porque os funcionários elencados no plano como responsáveis por esse alerta morreram (Maurício Lemes, do Centro de Controle de Emergências e Comunicação, e Alano Teixeira, coordenador suplente do PAEBM). Eles ficavam alocados no pé da estrutura da barragem

Outro lado

A Vale afirmou que o PAEBM “foi construído com base em um estudo de ruptura hipotética, que definiu a mancha de inundação”. Segundo a mineradora, a barragem passava por inspeções quinzenais, as últimas em 8 e 22 de janeiro, que “não detectaram nenhuma alteração no estado de conservação da estrutura”.

Crédito: Foto: Corpo de Bombeiros/DivulgaçãoPontilhão da linha férrea que passava por Brumadinho foi destruído com rompimento da barragem

Para ficar por dentro dos desdobramentos do caso em Brumadinho, acompanhe pelo link abaixo:

Compartilhe:

1 / 8
1
05:08
Ex-presidentes brasileiros que foram presos e você não sabia
Em mais uma etapa da Operação Lava Jato, a Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira, 21, o ex-presidente Michel …
2
04:04
Carlos Bolsonaro irrita Rodrigo Maia e complica Previdência
O vereador Carlos Bolsonaro (PSC) irritou o presidente da Câmara Rodrigo Maia com comentários críticos no Twitter. As alfinetadas gerou …
3
01:39
Marcela Temer vira alvo de comentários machistas na web
Após a prisão de Michel Temer pela Lava Jato do Rio de Janeiro, a ex-primeira-dama Marcela Temer virou alvo de …
4
53s
Operação Lava Jato prende ex-presidente Michel Temer
Em mais uma etapa da Operação Lava Jato, a Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira, 21, o ex-presidente Michel …
5
02:53
Suzano e Nova Zelândia: os impactos da exposição excessiva
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse que o nome do atirador que matou 50 pessoas em uma mesquita em …
6
02:28
Posse de armas: Nova Zelândia dá exemplo de civilidade ao mundo
Após chocar o mundo nesta semana com o massacre de 50 pessoas em duas mesquitas de Christchurch, a Nova Zelândia …
7
03:10
Entenda o mistério por trás da boneca Momo
Ainda mais perturbador, o Desafio da Momo está de volta e desta vez a boneca aparece supostamente dentro de vídeos …
8
02:25
Bolsonaro apoia a construção de muro entre EUA e México
Em viagem diplomática a Washington, o presidente Jair Bolsonaro disse apoiar a construção do muro na fronteira entre EUA e México, …