CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Vale previa inundação de refeitório e sede de barragem

Relatório de abril de 2018 já apontava os riscos caso a estrutura rompesse

Por: Redação

De acordo com o Plano de Ações Emergenciais (PAEBM) da barragem de Brumadinho (MG) a Vale já sabia que o rompimento da barragem destruiria as áreas industriais da mina de Córrego do Feijão, incluindo o restaurante e a sede da unidade, justamente onde se concentra o maior número de vítimas e desaparecidos da catástrofe que chocou o país no último dia 25 de janeiro.

O documento obtido pelo jornal Folha de S. Paulo já apontava que caso a estrutura se rompesse a lama chegaria a 65 quilômetros da barragem.

Datado de 18 de abril do ano passado, o PAEBM previa que “diferentes mecanismos de comunicação serão utilizados, com o uso de acionamentos sonoros”. Porém, nenhuma sirene tocou, como admitiu nesta quinta-feira, 31, o presidente da Vale, Fabio Schvartsman.

Crédito: Foto: divulgação/Corpo de BombeirosBrumadinho submersa na lama da Vale

Além disso, equipes de emergência da Vale deveriam ficar de prontidão em suas bases ou serem deslocadas para pontos estratégicos. No entanto, houve demora de 1h para que o desastre fosse comunicado à empresa, muito provavelmente porque os funcionários elencados no plano como responsáveis por esse alerta morreram (Maurício Lemes, do Centro de Controle de Emergências e Comunicação, e Alano Teixeira, coordenador suplente do PAEBM). Eles ficavam alocados no pé da estrutura da barragem

Outro lado

A Vale afirmou que o PAEBM “foi construído com base em um estudo de ruptura hipotética, que definiu a mancha de inundação”. Segundo a mineradora, a barragem passava por inspeções quinzenais, as últimas em 8 e 22 de janeiro, que “não detectaram nenhuma alteração no estado de conservação da estrutura”.

Crédito: Foto: Corpo de Bombeiros/DivulgaçãoPontilhão da linha férrea que passava por Brumadinho foi destruído com rompimento da barragem

Para ficar por dentro dos desdobramentos do caso em Brumadinho, acompanhe pelo link abaixo:

Compartilhe:

1
Morre Gilberto Dimenstein, jornalista e fundador da Catraca Livre
É com profunda tristeza que a Catraca Livre anuncia o falecimento de seu fundador, Gilberto Dimenstein, aos 63 anos de …
2
Entenda a operação da Polícia Federal de combate às fake news
O combate às fake news ganhou um novo e importante capítulo nesta semana com a Polícia Federal realizando uma série …
3
Witzel é alvo da PF; Zambelli antecipa operação em entrevista
A Polícia Federal iniciou nesta terça-feira, 26, a Operação Placebo, que apura desvios na Saúde do Rio de Janeiro nas …
4
‘Na Fila do SUS’ retrata o sucateamento da saúde pública em plena pandemia
 'Na Fila do SUS' é uma websérie em formato original com seis episódios que estreia disponível exclusivamente, na plataforma online …
5
Governo libera uso da cloroquina para pacientes em estado leve da covid-19; classe médica discorda
Após pressão do presidente Jair Bolsonaro, o Ministério da Saúde cedeu e ampliou o  protocolo para uso da cloroquina e …
6
Felipe Neto no Roda Vida: confira os principais momentos do programa
Convidado do Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira, 18, o youtuber Felipe Neto afirmou que faz um …
7
Flávio Bolsonaro rebate acusação feita por Paulo Marinho sobre o caso Queiroz
O senador Flávio Bolsonaro rebateu a acusação feita pelo empresário Paulo Marinho em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo …
8
Entenda os motivos do pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich
Antes mesmo de completar um mês à frente do Ministério da Saúde, o ministro Nelson Teich pediu demissão do cargo …