Villa sai da Jovem Pan após suspensão ao criticar Bolsonaro

"Não tinha mais nem condições de voltar a trabalhar lá. Senti que não havia mais clima depois de me darem uma quase punição", disse o jornalista

Por: Redação Comunicar erro

O professor, historiador e comentarista Marco Antonio Villa deixa a rádio Jovem Pan após ter sido suspenso em meio a críticas contra Bolsonaro.

Crédito: Reprodução/youtubeO colunista e apresentador Marco Antonio Villa

Marco Antonio Villa anunciou a sua saída da rádio Jovem Pan, nesta segunda-feira, 24, e contou que houve acordo para a rescisão do contrato estabelecido pelas duas partes. “Eu decidi que não queria mais voltar para a Pan. Não tinha mais nem condições de voltar a trabalhar lá. Senti que não havia mais clima depois de me darem uma quase punição”, disse ele ao portal UOL, por telefone.

Após quatro anos e meio de serviços prestados à emissora, Villa cita a frustração em ter que deixar a rádio “dessa forma”. “Fiquei entristecido com a minha saída, gostava muito de trabalhar lá, mas infelizmente acabou dessa forma, que não era a melhor forma que eu queria que terminasse essa relação. Eu fiz de tudo para ter uma saída elegante, não queria sair batendo a porta”, avalia ele.

Villa contou que já foi sondado por duas empresas, TV e rádio, mas prefere não se adiantar. “Tenho contatos, tenho conversas”

Entenda o caso

Em sua última participação no “Jornal da Manhã”, em maio, Villa disse que Bolsonaro era despreparado e estava estimulando o neonazismo no país ao convocar atos para atacar o Supremo e o Congresso.

“Um presidente não tem compostura, não tem preparo. Não tem articulação política. Reforça a crítica ao parlamento, estimulando atos neonazistas, como do próximo dia 26, que é claramente no sentindo de fechar o Supremo, fechar o Congresso e impor a ditadura. E o presidente estimula isso”, disse Villa.

Esse comentário teria sido a gota d’água para a direção da emissora afastar o apresentador, A direção da rádio nega que o pedido tenha partido do presidente Bolsonaro.

“O Grupo Jovem Pan jamais cedeu a pressões de governantes e nunca transformou a liberdade de expressão em moeda de troca”, diz o comunicado.

Em entrevista à “Veja São Paulo” no final de maio, o jornalista contou que sofria pressões da emissora para que deixasse suas funções havia pelo menos dois meses.

1
03:39
Bolsonaro nega envolvimento no caso das candidaturas laranjas do PSL
Durante um de seus encontros recentes com a imprensa, o presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que não tem nenhuma …
2
02:55
STF quer verificar a veracidade dos diálogos entre procuradores e Moro
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, quer verificar a autenticidade das conversas trocadas entre procuradores da Lava …
3
05:39
Por que o STF e a Operação Lava Jato estão em clima de guerra?
A tensão existente entre a Operação Lava Jato e o Supremo Tribunal Federal (STF) não é nenhuma novidade. O problema …
4
03:56
A verdadeira face de Ysani Kalapalo
A presença da jovem indígena Ysani Kalapalo na comitiva do presidente Jair Bolsonaro à ONU, na semana passada, ainda causa …
5
06:40
Trump pode sofrer impeachment?
A abertura de um processo de impeachment contra o presidente norte-americano, Donald Trump, se tornou um dos assuntos mais comentados …
6
15:16
ONU: Bolsonaro elege socialismo, mídia e países europeus como alvos
O presidente Jair Bolsonaro fez, nesta terça-feira, dia 24, seu primeiro discurso na Assembleia Geral da ONU (Organizações das Nações …
7
11:28
Bolsonaro: Brasil é ‘um dos países que mais protegem o meio ambiente’
O presidente Jair Bolsonaro fez, nesta terça-feira, seu primeiro discurso na Assembleia Geral da ONU (Organizações das Nações Unidas). O …
8
08:59
Lobão analisa a relação de Bolsonaro com seus filhos
Um dos poucos nomes do meio artístico a apoiar a eleição de Jair Bolsonaro (PSL), o músico Lobão revelou recentemente …