Vítima registrou no Snapchat início dos disparos em boate nos EUA

Por: Redação

Uma das vítimas fatais do atentado em uma boate gay de Orlando, nos EUA, registrou no Snapchat o momento em que o atirador Omar Mateen fez os primeiros disparos. Amanda Alvear, de 25 anos, gravou ao menos 17 tiros em cinco segundos dentro do local, onde 50 pessoas morreram no ataque na madrugada deste domingo, dia 12.

A estudante de enfermagem na Universidade do Sul da Flórida estava fazendo pequenos trechos em seu Snapchat, rede social de compartilhamento de fotos e vídeos curtos. Porém, na última filmagem, ela parece falar a palavra “shooting” (tiroteio) antes dos disparos serem ouvidos e abafarem sua voz.

Brian, irmão de Amanda, compartilhou o vídeo em sua conta no Facebook confirmando a veracidade das imagens. De acordo com ele, depois do último registro, Amanda ainda recebeu e atendeu a uma ligação. Antes de divulgar a gravação, Brian havia contado ao jornal da Flórida “Ledger” que a última coisa que ouviu da irmã é que ela estaria se escondendo no banheiro na boate.

A jovem foi identificada como uma das vítimas do atentado

No dia seguinte ao massacre, a jovem foi confirmada pelas autoridades como uma das vítimas. Ela teria sido morta logo após gravar os vídeos.

Omar Mateen, de 29 anos, que teria ligação com o Estado Islâmico, foi abatido por uma equipe da SWAT horas depois dos disparos. Ele portava um rifle e uma pistola comprados legalmente.

Assista ao vídeo:

Compartilhe: