Traduzindo: filho de Bolsonaro declara guerra armada à Venezuela

Por: Redação | Comunicar erro

“Ninguém quer uma guerra, a guerra é ruim, haverá vidas perdidas e consequências colaterais, mas Maduro não vai sair do poder de maneira pacífica. De alguma maneira, vai ser necessário o uso da força, porque Maduro é um criminoso”. Disse Eduardo Bolsonaro.

Traduzindo o que Eduardo disse: declaração de guerra armada contra a Venezuela.
É assim que sua declaração será lida – e com razão – no país vizinho.
Já havia suspeitas de que, na conversa reservada com Donald Trump, Jair Bolsonaro tratou de uma intervenção militar.
Detalhe: Eduardo estava no encontro.
Agora, ele fala em depor o governo pelas armas.

1 / 8
1
02:28
Bolsonaro deveria ser processado por homicídio culposo
Está repercutindo no país o desfecho da morte da modelo Caroline Bittencourt. O empresário Jorge Sestini, marido de Caroline, será indiciado …
2
03:57
Guru de Bolsonaro está nu
DIREÇÃO: Gilberto Dimenstein COMENTÁRIO: Gilberto Dimenstein CAPTAÇÃO: Daney Carvalho (DN|LC) EDIÇÃO: Daney Carvalho (DN|LC)
3
02:09
O PEIXE FEDEU PARA A FAMÍLIA BOLSONARO
4
07:22
Entenda o que é velha política
“Descomplicando” é um programa que discute as notícias e assuntos do momento, aprofundando e refletindo sobre seu significado e consequências …
5
03:32
MINISTRO DE BOLSONARO DEFENDE GUERRILHEIRA DILMA
6
04:47
TÁBATA DÁ UMA MARAVILHOSA LIÇÃO AO BRASIL DE BOLSONARO
7
03:27
Apropriação Cultural
Apropriação Cultural
8
03:50
DITADURA PROVOCA GUERRA NAS REDES