A literatura reciclável

Por: Redação

Livros para emprestar, doar e trocar. Campanhas de doação e troca de livros vêm se tornando cada vez mais frequentes proporcionando, assim, o acesso mais democrático a leitura.

Libertar um livro não é uma tarefa muito fácil. Mas, o ato de se desfazer de um livro já lido vem conquistando campanhas de incentivo mundo a fora. Só neste ano foram mais de dez ações pela cidade e interior de distribuição gratuita de livros.

A Campanha lançada ano passado, “Doe um livro” ganhou força no twitter e em redes sociais como Facebook. O responsável pela coordenação da ação é o professor da PUC-SP José Luis Goldfard.

Confira os postos de troca que atendem a campanha

Troca de livros

O projeto “Livra Livro” visa fomentar a troca de livros na comunidade virtual. Idealizado pelo mestre em Web Semântica, da PUC-Rio, Samur Araujo para fazer parte do sistema de trocas o usuário faz uma lista dos livros que possui e da lista que deseja. O sistema se encarrega em encontrar e coordenar a troca entre os múltiplos usuários.

O Bookcrossing Brasil um dos maiores projetos de liberação de livros também incentiva seus usuários a trocar, doar e emprestar títulos. Para isso, o usuário poderá acessar a lista de discussão no Yahoo! Groups. Em fóruns do Bookcrossing.com. Na comunidade do Orkut.

Distribuição de livros

Inspirados no projeto Bookcrossing, a Translig empresa de prestação de serviços de moto-frete lançou o projeto “Pegadas da Literatura” e estimula a troca gratuita de livros dos mais variados títulos. O projeto foi iniciado em 2008 e de lá pra cá já foram distribuídos mais de 20 mil títulos em pontos de ônibus, estação de metrô da região de Pinheiros e Vila Madalena.

Campanha Doe Pontos que virarão livros

Pontos da Livraria Cultura agora podem ser revertidos a livros para instituições que vão direto para as bibliotecas destes locais que atendem crianças e jovens. Leia mais.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.