Galeria de fotos: agência de modelos com deficiência propõe inclusão

Poucas pessoas no mundo enquadram-se no padrão de beleza das editorias de moda. Mas um novo nicho de agências propõe justamente o contrário: a inclusão. Elas trabalham com modelos com deficiência, transmitindo uma mensagem de superação, igualdade, autoestima e beleza, é claro.

No Brasil, a primeira agência especializada é a da fotógrafa Kica de Castro. Ela trabalhava no mercado publicitário e assumiu o setor de fotografia em um Centro de Reabilitação para deficientes, quando deparou-se com o constrangimento dos pacientes. A fotógrafa resolveu comprar acessórios e itens de beleza, transformando o local em um estúdio de moda, que resultou em um projeto de fototerapia. Em 2007, ela montou a agência especializada, que já conta com um elenco de 80 modelos com deficiência.

Nos EUA, a agência Doll Parts também realiza trabalho com as modelos.

Via Mistura Urbana (Leia entrevista completa com Kica de Castro).

Redação

Por Redação

Conteúdos produzidos por uma equipe super diversificada da Catraca Livre. Diferentes perfis se unem para compor um time plural focado em traduzir o melhor do jornalismo para nosso público.