Brincadeira sensorial: brinque com seu bebê de bolinhas de gel!

Trabalhar os sentidos dos bebês é muito importante – além de promover uma brincadeira divertida, é possível estimular experiências incríveis e que desenvolvam neles habilidades e descobertas. O blog Massacuca trouxe, em post recente, uma opção bem bacana para fazer com os pequenos, em casa.

Sabe aquelas bolinhas de gel, que crescem em contato com a água? Pois é. Elas podem ser uma opção muito atrativa para os bebês. São geladinhas e escorregadias, gostosas de tocar e brincar.

As bolinhas de gel são versáteis e fáceis de encontrar. Com elas, os pequenos conseguem brincar de diversas maneiras, e estimularem os sentidos.

“Os meninos adoraram! Cataram montes com as mãos, apertaram até esfarelar, mergulharam os braços até que por fim decidiram entrar na pequena bacia para sentir as bolinhas com os pés” – conta o post.

Além de baratinhas, essas bolinhas são fáceis de encontrar para vender – em floriculturas, por exemplo. As crianças podem apertar, jogar, colocar em garrafas e, por fim, dá ainda para decorar a casa, quando a brincadeira acabar.

Confira abaixo o passo a passo e algumas dicas do Massacuca:

  • DICAS

• Para hidratar as bolinhas siga corretamente as instruções na embalagem do produto.
• Faz parte da brincadeira esperar as bolinhas crescerem!
• Para brincar sem tanta bagunça coloque as bolinhas em um saco plástico transparente e feche com fita adesiva.

  • PRINCIPAIS ESTÍMULOS

• Tocar as bolinhas com mãos e pés é muito gostoso e um ótimo estímulo sensorial.
• Para os pequenos, segurar as bolinhas também exercita a coordenação motora.

As bolinhas de gel agradam bebês, crianças maiores e, por fim, ainda podem virar decoração em casa.
  • SEGURANÇA

• Antes de começar a brincadeira verifique se o produto é tóxico ou se contém algum ingrediente que possa causar alergias.
• Não brinque com crianças muito pequenas que possam colocar as bolinhas na boca.
• Não jogue as bolinhas na privada ou na pia, pois pode causar entupimentos.

  • PREPARO e BAGUNÇA

• É preciso ter paciência para esperar as bolinhas crescerem, o processo pode demorar várias horas. Planeje a brincadeira com antecedência.
• O nível de bagunça depende de cada criança. Procure brincar ao ar livre ou em lugares fáceis de limpar, como o banheiro, quintal ou varanda.

Para conferir a publicação completa, clique aqui. Lá no blog tem várias dicas legais!

Leia mais:

1 / 8
1
09:00
Dim Brinquedim e a arte do brincar
O artista cearense Antonio Jader Pereira dos Santos, também conhecido como "Dim Brinquedim", é o fundador do Museu Brinquedim em …
2
05:46
Criatividade e talento na dança de Deborah Colker
A renomada coreógrafa brasileira Deborah Colker está com sua nova apresentação "Cão sem plumas" rodando mundo a fora. Nossa equipe foi …
3
09:08
A magia dos arranjos musicais
O compositor e multi-instrumentista Antonio Loureiro é entrevistado pelo jornalista Gilberto Dimenstein neste novo vídeo da série Mestres da Criatividade. A …
4
05:33
Chega de embalagens: preservando o meio ambiente
Já pensou entrar em um supermercado em que os produtos são todos vendidos a granel, sem embalagens? Você leva o …
5
02:35
Criatividade e Solidariedade: transformando a dor em beleza.
A vida do garoto Angelo Henry, morto em 2014, inspirou uma linda história de solidariedade que ressoará na vida de …
6
01:17
A mãe que reescreveu a história da sua filha
O que uma mãe não faz por seus filhos? A Alessandra, mãe da Naná, notou que às vezes havia uma certa …
7
02:47
Não existe nada por acaso
Um dos melhores intérpretes da MPB, Simoninha doou o seu talento à Orquestra Sinfônica Heliópolis em um show no Masp …
8
04:36
Brasileira cria aplicativo que promove a inclusão
"Brainy Mouse" é o nome do aplicativo que une criatividade, inclusão e tecnologia. Criado pela brasileira Ana Sarrizo esse jogo carrega …