Cestas de tesouros com temas exploram a imaginação infantil

Cesta de tesouros cheia de objetos de madeira é uma brincadeira que estimula o aprendizado.
Cesta de tesouros cheia de objetos de madeira é uma brincadeira que estimula o aprendizado.

Inventar brincadeiras estimula o desenvolvimento infantil. E brincar ao mesmo tempo em que se incentiva as crianças no descobrimento de objetos, na exploração de sentidos e no aprendizado de significados é ainda mais enriquecedor. Uma ideia interessante é oferecer aos pequenos cestas de tesouros com variados temas, como por exemplo, cheia de objetos de madeira ou de itens encontrados na natureza.

A dica é selecionar objetos em casa no meio de brinquedos e utensílios domésticos, como também em passeios na natureza, em parques e praias. A busca por estes itens preciosos deve ser parte da brincadeira, pois toda criança gosta de uma caça ao tesouro!

Os objetos para a cesta de tesouros podem ser encontrados em casa ou na natureza.
Os objetos para a cesta de tesouros podem ser encontrados em casa ou na natureza.

A cesta pode ser de diferentes materiais, como plástico, tecido ou metal. O interessante é preencher cada cesta com objetos selecionados por temas e oferecer às crianças em dias alternados, não todas de uma vez. Os objetos que serão colocados nas cestas de tesouros devem ser escolhidos de acordo com a idade da criança que brincará com eles.

Para a segurança dos pequenos, deve-se prestar atenção na existência de pontas, itens pequenos que possam ser engolidos, ou objetos desmontáveis que possam causar asfixia. Mesmo com todo cuidado na seleção, objetos aparentemente inofensivos podem machucar e, por isso, a brincadeira deve sempre ser acompanhada por um adulto.

A cesta de tesouros também pode ser feita com itens encontrados na natureza.
A cesta de tesouros também pode ser feita com itens encontrados na natureza.

A cesta de tesouros aguça os sentidos (visão, tato e olfato), bem como a concentração das crianças. A brincadeira ainda estimula a coordenação motora, o equilíbrio e a imaginação, já que os pequenos exploram objetos até então desconhecidos. E, mesmo que a criança ainda não saiba falar, é importante descrever os nomes e as características dos objetos para que ela assimile palavras que serão fundamentais no desenvolvimento da linguagem.

Que tal colocar a ideia em prática? Uma cesta cheia de objetos de madeira (brinquedo, colher, escova, gravetos, etc) ou uma com itens encontrados na natureza (pedras, paus, conchas, folhas, etc) com certeza despertará a imaginação e a curiosidade da criançada!

Com informações do Massacuca

Veja ainda:

Compartilhe:

1 / 8
1
01:41
As camisas dos verdadeiros campeões
Você está vendo essa criança com camisa de futebol? Essa não é uma camisa comum, na realidade ela é uma …
2
01:47
Mestres da Criatividade: Grafites atropelam a intolerância
Um movimento de arte em favor do amor e contra a intolerância surgiu nas ruas de Berlim: Paint Back, promovido …
3
01:39
Mestres da Criatividade: doação de alimentos sem sair de casa
Mais de 7 milhões de pessoas têm algum tipo de dificuldade para comprar alimentos. Pensando em reduzir esse desigualdade, a …
4
02:11
Drones do bem: tecnologia que salva vidas
Você já conhece os drones, pequenas aeronaves não tripuladas controladas remotamente, certo? O objetivo inicial desses dispositivos era militar, permitindo que …
5
02:07
Mestres da Criatividade: o chuveiro que vai mudar a sua vida
O chuveiro Showeair possui uma bomba que o reabastece com a água já utilizada, e ela se derrama de novo …
6
01:29
O copo de batata que revoluciona a gastronomia
A empresa britânica Biome Bioplastics desenvolveu um copo de café feito de fontes naturais e renováveis, como fécula de batata …
7
06:50
Leonardo da Vinci: muito além da imaginação
Leonardo da Vinci morreu há 500 anos, deixando um legado gigantesco de conhecimento, arte e pesquisas. O autor da "Monalisa" e …
8
01:37
Drive-thru de torresmo é sucesso em Londrina
Dois amigos tiveram uma ideia genial que acabou fazendo sucesso na cidade de Londrina, no interior do Paraná. Mario Aparecido …