Chega de embalagens: preservando o meio ambiente

Por: Jacqueline Cordeiro | Comunicar erro

Já pensou entrar em um supermercado em que os produtos são todos vendidos a granel, sem embalagens? Pois é isso o que já acontece em alguns países como Alemanha, França, Portugal e Inglaterra.

Você leva o seu próprio pote, sua sacola e sai com os produtos na medida que você deseja, evitando assim também o desperdício. O movimento contra as embalagens está reverberando por todo o mundo.

O supermercado Rimping Supermarket, na Tailândia, retirou o plástico de suas prateleiras e passou a usar a folha de bananeira para proteger e envolver legumes, frutas e hortaliças, substituto abundante e 100% orgânico.

No Brasil as iniciativas ainda são bem tímidas. O Pão de Açúcar, uma grande rede de supermercados, saiu na frente com a promessa de substituir 100% de suas bandejas de isopor utilizadas em produtos como frutas, verduras e legumes, por uma solução 100% biodegradável. Vamos acompanhar.

A zona cerealista de São Paulo e as “Casas Pedro” do Rio de Janeiro, dão exemplo já há bastante tempo vendendo produtos a granel. Falta incentivar as pessoas a levarem seus próprios recipientes.

Crédito: unknown Zona Cerealista de São Paulo

E preste atenção: o que vemos quando falamos em produtos vendidos em supermercado? Alimentos acondicionados em bandejas de isopor. Milhões delas. E aí surge a pergunta: isopor é reciclável?

O isopor é reciclável sim ! O material  é 100% reciclável e somente 7% da população brasileira sabe disso. O problema é que muita gente não sabe como descartá-lo corretamente.

Mas apesar de ser reciclável o ideal será trocarmos aos poucos todas essas embalagens de isopor por algo que desapareça na natureza mais rapidamente, pois se descartado de forma incorreta, o isopor pode levar 100 a 300 anos para se decompor.

Empresas estão surgindo assim como talentos criativos com o objetivo de oferecer soluções inovadoras para auxiliar no combate à destruição do meio ambiente.

A Tamoios Tecnologia é exemplo disso através do desenvolvimento de embalagens 100% recicláveis e biodegradáveis a partir de matéria prima orgânica, como a fibra de bananeira.

Já no ambiente de pesquisas quem se destacou foi uma jovem estudante, Sayuri Magnabosco, que teve a brilhante ideia de substituir o isopor por bagaço de cana de açúcar, criando embalagens biodegradáveis que se decompõem em apenas um mês.

Soluções criativas são mais do que bem vindas para mudarmos nossa relação com as embalagens, e com o lixo no planeta.

Vamos nos mobilizar e usar nosso conhecimento para criar mais soluções. Pequenos gestos no dia a dia também podem mudar o futuro do nosso planeta.

Saiba mais sobre reciclagem de isopor:Mundo Isopor

Autor: Jacqueline Cordeiro

1 / 8
1
09:00
Dim Brinquedim e a arte do brincar
O artista cearense Antonio Jader Pereira dos Santos, também conhecido como "Dim Brinquedim", é o fundador do Museu Brinquedim em …
2
05:46
Criatividade e talento na dança de Deborah Colker
A renomada coreógrafa brasileira Deborah Colker está com sua nova apresentação "Cão sem plumas" rodando mundo a fora. Nossa equipe foi …
3
09:08
A magia dos arranjos musicais
O compositor e multi-instrumentista Antonio Loureiro é entrevistado pelo jornalista Gilberto Dimenstein neste novo vídeo da série Mestres da Criatividade. A …
4
05:33
Chega de embalagens: preservando o meio ambiente
Já pensou entrar em um supermercado em que os produtos são todos vendidos a granel, sem embalagens? Você leva o …
5
02:35
Criatividade e Solidariedade: transformando a dor em beleza.
A vida do garoto Angelo Henry, morto em 2014, inspirou uma linda história de solidariedade que ressoará na vida de …
6
01:17
A mãe que reescreveu a história da sua filha
O que uma mãe não faz por seus filhos? A Alessandra, mãe da Naná, notou que às vezes havia uma certa …
7
02:47
Não existe nada por acaso
Um dos melhores intérpretes da MPB, Simoninha doou o seu talento à Orquestra Sinfônica Heliópolis em um show no Masp …
8
04:36
Brasileira cria aplicativo que promove a inclusão
"Brainy Mouse" é o nome do aplicativo que une criatividade, inclusão e tecnologia. Criado pela brasileira Ana Sarrizo esse jogo carrega …