Conheça 13 canais do YouTube com conteúdo feminista

Por: Redação | Comunicar erro

O Catraca Livre juntou reuniu alguns dos melhores e mais diversos canais do YouTube com conteúdo feminista. O que mais salta aos olhos é a variedade de abordagens que o tema pode ter, indo desde uma proposta mais acadêmica, analisar conteúdo pop, beleza, maquiagem e até videogames. São canais gigantescos ou ainda pequenos, mas não menos dedicados, novas iniciativas ou já estabelecidas. Veja 13 ótimos canais do YouTube sobre feminismo:

1. Canal das Bee – Um canal LGBT que também acaba abordando a temática feminista, como a pressão para se ter UM CORPO PERFEITO!

https://www.youtube.com/watch?v=o73oVBJVM2M

2. Afros e afins – Um canal que une costura, representatividade e ciências sociais. Um dos destaques é vídeo que discute o uso de dreads e apropriação cultural.

3. Feminist Frequency – O canal da canadense Anita Sarkeesian gerou furor no mundo “clube do bolinha” dos videogames ao questionar como as mulheres são retratadas nos games. Em um dos vídeos mais recentes, ela aborda como armaduras das personagens femininas costumam ser na verdade lingerie.

4. Jout Jout Prazer – Por mais que seja um canal de vlog de variedades, o feminismo está presente em diversos vídeos de Jout Jout. Como no vídeo em que ela comenta a reação do recente caso de estupro coletivo no Rio de Janeiro.

5. Super Mulheres – Uma iniciativa recente, que convida mulheres a falar sobre suas experiências para promover o debate social sobre a desigualdade de gênero. Em um dos vídeos, elas analisam o esteriótipo da Mulher Vencedora, que curiosamente é igualzinha a um homem…

https://www.youtube.com/watch?v=aLMlPOU_ixQ

6. Canal da Babi – A jornalista Babi Souza encabeça o movimento Vamos Juntas, que busca unir mulheres que se sentem inseguras a andarem em grupo pelas ruas. Em seu ainda recente canal de YouTube, ela trata de assuntos como o clássico “responder a comentários machistas”.

7. Stephanie Noelle – O canal de Stephanie Noelle discute mais beleza e moda, mas isso acaba envolvendo autoimagem, aceitação e como as mulheres devem se posicionar mesmo sendo criadas para não fazer isso.

8. Mais Magenta – Um canal que lida com maquiagem, música e projetos de “faça você mesmo”. O feminismo também é o foco de alguns vídeos, como o que explica as origens do movimento.

9. Não me Kahlo – Um canal que busca tratar do feminismo de forma didática, muitas vezes com denúncias de violência e assédio contra a mulher que passam batido pela grande mídia.

10. Põe na Roda – O canal LGBT também aborda o feminismo em alguns vídeos, especialmente questionando o que no final das contas é ser mulher.

11. Você é feminista e não sabe – Um canal de entrevistas com diversas personalidades que debatem temas feministas, assim como as próprias mulheres descobrem o feminismo.

12. Smoothiefreak – Mulheres negras precisam lidar com toda um outra dimensão diferente de feminismo quando machismo ainda se une com racismo. Mesmo assim, o canal consegue incluir um humor irônico e ácido, como no vídeo da síndrome de fadiga da discussão racial.

13. Lully de Verdade – Canal centrado em cinema, mas com vídeos sobre feminismo com o que ajuda você a “sair do armário feminista”. Quem sabe você já é feminista e nem sabe.

Compartilhe: