Últimas notícias:

Loading...

Fotógrafa do Recife faz série de autorretratos e explora ‘cor mais quente’

Segundo Carina Calixto, objetivo não é mostrar sensualidade, mas apropriação sobre o próprio corpo

Por: Redação

A combinação de alguns elementos básicos trouxe inspiração para a fotógrafa Carina Calixto, 26, desenvolver o ensaio “Azul, a cor mais quente”. Apesar de o nome trazer semelhança com o best-seller homônimo, a construção do tema foi muito diferente.

Luz azulada entra pela cortina em quarto de hotel
Crédito: CarinaCalixtoCortina ajuda a dar iluminação e sentido ao ensaio

Sozinha num quarto de hotel, Carina Calixto conta que observou a iluminação refletida no tecido da cortina e lembrou-se do poema “Contranarciso”, de Paulo Leminski (ver trecho abaixo). Ao conectar estes pontos, ela resolveu sacar a câmera e tentar captar sua sensação naquele momento.

“O objetivo não era mostrar a sensualidade, mas a ideia da apropriação do nosso corpo por nós mesmos e as formas que ele pode revelar nesses momentos mais íntimos”, conta a turismóloga, que se dedica profissionalmente à fotografia a apenas quatro anos. Conheça também o portfólio  e o instagram da Carina com outros ensaios.

Veja a galeria de fotos:

Trecho do poema “Contranarciso”, de Paulo Leminski:
“… assim como
eu estou em você
eu estou nele
em nós
e só quando
estamos em nós
estamos em paz
mesmo que estejamos a sós”

Compartilhe: