Ideias de gincanas para estimular e gastar a energia das crianças

Do nosso parceiro Tempojunto.

Crianças têm muita energia e, na nossa sociedade atual, nem sempre têm onde descarregá-la. Presos em apartamentos, condomínios e ambientes fechados, todo esse gás fica preso, reprimido. É ótimo quando aparecem opções de brincadeiras que viabilizam esse gasto energético, e o blog Tempojunto trouxe algumas ideias.

“Fato é: ver as crianças em movimento sempre é muito divertido para mim e como tenho três filhos, brincadeiras com formato de gincana de estímulos são ótimos porque todos eles participam juntos. E gincana não precisa ser competição, não!”, defende Patricia Camargo, autora do blog.

Confira abaixo algumas opções para brincar e estimular os pequenos:

  • Gincana com a Bola

1. Eu comecei com um simples bater de bola. Que de simples não tem nada, porque requer coordenação motora, coordenação de olho-mão (que inclui raciocinar sobre a distância da bola até chegar na mão), cálculo de força e velocidade para bater a bola.

2. Meu filho mais velho bate com um mão só a bola. Já a mais nova ainda precisa das duas mãos para fazer mais coordenadamente. Não tem problema! Cada um na sua!

3. Depois, passamos a brincar na escada. Cada quicada da bola acontecia em um degrau. E íamos subindo os degraus juntos.

Por meio de ideias simples e fáceis de fazer em casa, as crianças desenvolvem e são estimuladas.

4. A próxima etapa foi bater a bola com um pé só. A Cucuruca, minha filha do meio amou esta. Mais coordenação e equilíbrio!

5. Por fim, a última etapa da gincana seria jogar a bola para mim, que estava no topo da escada. O Pocoyo ficava na parte de baixo da escada. E trabalhamos força, velocidade, inclinação e pontaria.

  • Feijão na Massinha

Em outro post, uma brincadeira bem bacana e sensorial: encontrar o feijão no meio da massinha. Nessa gincana, vale tudo para encontrar o grão: rasgar pedaços da massinha com o dedo, ir “pinçando” ou “cutucando” a massinha até encontrar o feijão.

As brincadeiras despertam curiosidade nas crianças e trabalham aspectos sensoriais.
  • Passe a água

Essa é ótima para os dias quentes! Você vai precisar de pelo menos duas pessoas e dois recipientes, tipo baldinho ou pote de sorvete. Se tiver mais participantes, melhor. Cada um precisa do seu baldinho.

Os participantes devem formar uma fila e o primeiro tem que encher os eu recipiente com água. O objetivo é “passar a água” para o participante de trás, sem olhar.

Uma excelente ideia para os dias quentes – as crianças além de brincarem, se refrescam.

Para conferir o post na íntegra, clique aqui e saia cheio de novas ideias para gastar a energia dos pequenos. Vale tudo!

Leia mais:

1 / 8
1
09:00
Dim Brinquedim e a arte do brincar
O artista cearense Antonio Jader Pereira dos Santos, também conhecido como "Dim Brinquedim", é o fundador do Museu Brinquedim em …
2
05:46
Criatividade e talento na dança de Deborah Colker
A renomada coreógrafa brasileira Deborah Colker está com sua nova apresentação "Cão sem plumas" rodando mundo a fora. Nossa equipe foi …
3
09:08
A magia dos arranjos musicais
O compositor e multi-instrumentista Antonio Loureiro é entrevistado pelo jornalista Gilberto Dimenstein neste novo vídeo da série Mestres da Criatividade. A …
4
05:33
Chega de embalagens: preservando o meio ambiente
Já pensou entrar em um supermercado em que os produtos são todos vendidos a granel, sem embalagens? Você leva o …
5
02:35
Criatividade e Solidariedade: transformando a dor em beleza.
A vida do garoto Angelo Henry, morto em 2014, inspirou uma linda história de solidariedade que ressoará na vida de …
6
01:17
A mãe que reescreveu a história da sua filha
O que uma mãe não faz por seus filhos? A Alessandra, mãe da Naná, notou que às vezes havia uma certa …
7
02:47
Não existe nada por acaso
Um dos melhores intérpretes da MPB, Simoninha doou o seu talento à Orquestra Sinfônica Heliópolis em um show no Masp …
8
04:36
Brasileira cria aplicativo que promove a inclusão
"Brainy Mouse" é o nome do aplicativo que une criatividade, inclusão e tecnologia. Criado pela brasileira Ana Sarrizo esse jogo carrega …