Projeto fotográfico registra história de mulheres do sertão

Por: Redação

Histórias de vidas, de mulheres, que com as próprias mãos moldaram a paisagem da Serra do Espinhaço, em Minas Gerais, são retratadas no projeto documental “Mulheres Sempre Vivas”. 

De forma independente, a pesquisadora Marina Moss e o jornalista Thiago Almeida registram diferentes biografias, diferentes verdades e trajetórias de um Brasil pouco lembrado nas capas dos jornais.

Sertões e veredas 

No ensaio, a grandeza de histórias de carvoeiras, colhedoras de chá, lenheiras no distrito de Lavras Novas, garimpeiras na região do Alto Jequitinhonha, benzedeira das Àguas Vertentes ou de guardiã dos tambores do candomblé no Cipó.

Exemplos de luta, anônimas mulheres, que construíram diferentes caminhos e deixaram suas marcas no chão: sempre vivas.

Fotos: Thiago Almeida 

Compartilhe: