Dimenstein: Globo afirma Bolsonaro comemora vazamento contra Moro

Desconfia-se no Palácio do Planalto de que Moro é candidato a presidente em 2022, atrapalhando o projeto de reeleição de Bolsonaro

Por: Gilberto Dimenstein

Até pouco tempo, o ex-juiz Sergio Moro era visto como uma espécie de aval moral do presidente Jair Bolsonaro.

O herói contra a corrupção.

moro
Crédito: Marcelo Camargo / Agência BrasilO ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro

Segundo a colunista Bela Megale, de O Globo, a situação mudou –e muito.

Desconfia-se no Palácio do Planalto de que Moro é candidato a presidente em 2022, atrapalhando o projeto de reeleição de Bolsonaro.

Daí se vê o clima entre os aliados do presidente, já em campanha.

E, como de costume, vendo fantasmas em todos os lados.

Leia abaixo um trecho da coluna:

“O desgaste que o ministro da Justiça, Sergio Moro, vem sofrendo com as mensagens divulgadas pelo site “The Intercept” é comemorado por parte dos integrantes do Palácio do Planalto. O grupo avalia que Moro não é mais uma unanimidade entre os eleitores, e que, se decidir fazer voo solo em 2022 para a presidência, terá mais dificuldades que Jair Bolsonaro.

Hoje, o sentimento da cúpula do governo é que o ex-juiz da Lava-Jato precisa mais do presidente que o presidente, dele. A atitude de Moro que, durante sua semana de licença, defendeu Bolsonaro nas redes afirmando que o Nordeste tem sido tratado “sem preconceito” pelo presidente, reforçou a percepção.”

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Por: Gilberto Dimenstein

Jornalista, educador e fundador da Catraca Livre.