CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Dimenstein: o pedido de desculpas de Bettina é mais uma enganação

Bettina ficou famosa por um vídeo publicitário em que afirmava ter transformado R$ 1 mil em R$ 1 milhão em três anos

Por: Gilberto Dimenstein

É mais uma enganação.

Bettina Rudolph divulgou vídeo nesta terça-feira, 1, para pedir desculpas pela campanha que fez para a Empiricus.

Reconheceu, enfim, o que todos sabiam: era uma publicidade enganosa.

Crédito: Reprodução/YouTube Bettina pede desculpas e anuncia uma estrutura de compliance que vai verificar se relatórios seguem as normas dos reguladores

Ela ficou famosa em março por um vídeo publicitário em que afirmava ter transformado R$ 1 mil em R$ 1 milhão em três anos apenas com os conselhos de investimento da empresa.

Bettina precisou 7 longos meses para reconhecer que errou?

Na verdade, a enganação está no seguinte: Bettina aproveitou o marketing das desculpas para vender novos produtos da Empiricus.

Mais: quem deveria pedir desculpas não é a Bettina, mas a Empiricus.

Entenda por que o ganho da Bettina é uma mentira

O vídeo viralizou na internet e provocou reações negativas pelo exagero, o que levou o Procon à multar a empresa e o Conselho Nacional de Auto Regulação Publicitária (Conar) a pedir a suspensão da propaganda e de outras cinco. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aproveitou o episódio para divulgar orientações sobre a publicidade de analistas financeiros.

No novo vídeo, Bettina afirma que errou ao não explicar que havia feito outros aportes no período para atingir R$ 1 milhão. Ela pede desculpa por sua relação com o público ter começado de maneira errada, mas ela aproveita a oportunidade para oferecer novamente produtos da empresa.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Por: Gilberto Dimenstein

Jornalista, educador e fundador da Catraca Livre.