CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Dimenstein: razão secreta para Bolsonaro odiar multas de trânsito

Por: Gilberto Dimenstein

A guerra do presidente Jair Bolsonaro contra o que considera a “indústria da multa” traz a suspeita de que se trata de vingança pessoal. Ele e sua família, como mostram documentos oficiais, não são respeitadores das regras de trânsito.

Bolsonaro, três de seus filhos e sua mulher, Michelle, receberam ao menos 44 multas de trânsito nos últimos cinco anos. A informação é oriunda de registros do Detran-RJ (Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro) divulgados pela “Folha de S.Paulo”.

A primeira-dama e o senador Flávio têm infrações que ultrapassam o limite de 20 pontos em um ano.

O presidente teve seis multas nos últimos cinco anos, segundo o Detran-RJ. Duas infrações, em 2016 e em 2018, foram do tipo “gravíssima”, que contam 7 pontos.

Na primeira, o Detran registrou que Bolsonaro dirigiu em faixa exclusiva para ônibus, em Niterói. A outra: não respeitar sinal vermelho na Barra da Tijuca, em 7 de janeiro de 2018. As demais multas do prontuário de Bolsonaro são pelo mesmo motivo: excesso de velocidade.

Curioso comportamento: ele foi multado por pesca ilegal num santuário de Angra dos Reis. O que ele fez? Mandou embora o fiscal que cumpria sua missão e promete para o local um projeto de turismo, acabando com o santuário ecológico.

O fato: todos os especialistas concordam que reduzir radares ou facilitar a vida dos infratores são ações que apenas estimulam mais acidentes.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Por: Gilberto Dimenstein

Jornalista, educador e fundador da Catraca Livre.