CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Em vídeo da Universal, Nossa Senhora é chamada de “desgraçada”

Por: Redação

É mais uma demonstração de intolerância e manipulação.

O vídeo está bombando nas redes sociais.

E gerando polêmica contra a Igreja Universal do Reino de Deus.

Um homem “possuído” pelo “demônio” ataca outras igrejas evangélicas e chamada Nossa Senhora Aparecida de “desgraçada”.

Trecho da matéria da Foilha

Diante do bispo Rogério Formigoni, um dos homens fortes da Igreja Universal do Reino de Deus, um homem que aparenta incorporar uma entidade demoníaca ataca várias igrejas evangélicas e também a católica. Chama Nossa Senhora Aparecida de desgraçada e, incentivado pelo líder religioso, vai elencando várias denominações concorrentes à Universal que estariam sob domínio de forças do mal.

No final do depoimento, dado durante um culto gravado, Formigoni diz à plateia de fiéis: “Olha pra mim, não é sério isso? Pior de tudo é que tem uma multidão indo pro inferno dentro de uma igreja com uma Bíblia embaixo do braço”.

No vídeo, o bispo pergunta ao “demônio” quem ele controla.

Resposta: Assembleia de Deus, Presbiteriana, Cristã Contemporânea, Batista, Plenitude do Trono de Deus e grande elenco estão entre as denominações históricas, pentecostais e neopentecostais criticadas.

No vídeo, a Igreja mais atacada é do Valdemiro Santiago, criador da Mundial do Poder de Deus – nasceu como uma dissidência da Universal.

“Aquele desgraçado tá aqui na minha mão, um dia foi do altar nojento”, diz o homem supostamente tomado pela entidade demoníaca. Em seguida, ele imita de forma zombeteira o que seria Valdemiro pedindo auxílio a seus fiéis para manter seu programa de TV: “Me ajuda, eles estão querendo tirar meu programa, me ajuda, povo de Deus”.

Diante da repercussão, o vídeo saiu do ar.

Para ver o vídeo, clique aqui

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.