Folha descobre rebelião na Polícia Federal contra Jair Bolsonaro

Um pedido de demissão coletiva não está descartado, caso Bolsonaro insista na investida

Essa é uma das maiores crises já enfrentadas por Jair Bolsonaro.

Uma rebelião na PF, com ameaça de demissão coletiva.

Segundo a Folha, existiria apenas uma razão para a pressão de Jair Bolsonaro para demitir o superintendente da Polícia Federal no Rio, Ricardo Saadi: proteger seu filho Flávio.

Crédito: MontagemDelegados da PF ameaçam Bolsonaro com demissão coletiva

A investigação da PF teve como início o uso irregular de recursos manipulados pelo ex-motorista Fabrício Queiroz, mas rumava para o levantamento de conexões s entre milícias do Rio de Janeiro e a família de Bolsonaro.

Trecho da coluna da Monica Bergamo

“A tentativa de Jair Bolsonaro de interferir na indicação do Superintendente da Polícia Federal no Rio quebrou de vez o que ainda restava de confiança de delegados da cúpula da corporação, de diferentes partes do país, no presidente. Um pedido de demissão coletiva não está descartado, caso Bolsonaro insista na investida.

As críticas ao presidente são abertas e contundentes. Um dos policiais mais prestigiados entre os colegas afirma não se recordar de nada parecido vindo de qualquer outro presidente desde a redemocratização do país.”