Folha revela cena de ataque de raiva de Jair Bolsonaro

Por: Gilberto Dimenstein

Sem a reforma da previdência, não apenas o governo Bolsonaro acaba.

Mas o Brasil vai entrar numa profunda crise, com explosão do dólar, aumento dos juros, crescimento da inflação, queda de investimento.

Ou seja, mais miséria e desemprego.

Possivelmente o Brasil entraria de novo em clima de impeachment.

Uma cena de raiva captada pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha, mostra até onde vai o desequilíbrio emocional de Jair Bolsonaro.

Um desequilíbrio que mostra como a falta de controle é capaz de gerar soluções arriscadas para o país.

Trecho do que a jornalista publicou:

Bolsonaro foi taxativo ao ser confrontado com a possibilidade, discutida numa reunião, de a crise dificultar a aprovação de mudanças da Previdência: se quiserem acabar com a reforma por causa de Bebianno, que acabem, chegou a dizer.
Num momento de maior raiva, o presidente chegou a mostrar o dedo em riste.
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, foi um dos primeiros a dizer que a reforma ficaria comprometida.

Essa cena apenas reafirma o que tenho dito: Bolsonaro não estava preparado para ser presidente.

Não tem a menor habilidade como gestor nem sabe lidar com conflitos.

Ele próprio gera ou aumenta as crises.

Compartilhe:

Por: Gilberto Dimenstein

Jornalista, educador e fundador da Catraca Livre.