Milícias digitais ameaçam família de ministro do Supremo de morte

Por: Gilberto Dimenstein

A decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, de abrir inquérito para investigar as milícias digitais pró-Bolsonaro foi tomada após ameaças de morte à família de um ministro da Corte.

 

A revelação é da colunista Mônica Bergamo, da Folha.  O nome do ministro que sofreu a ameaça não foi revelado.

Segundo a colunista, “há entre pessoas envolvidas nas apurações a convicção de que, uma vez descoberto, o responsável pelas ameaças, até agora anônimo, deveria ser preso.”