Senadores articulam ‘golpe’ contra Bolsonaro

Por: Gilberto Dimenstein

Senadores que compõem a cúpula do Congresso Nacional querem implantar um sistema parlamentarista no Brasil a partir de 2022.

O grupo vai apresentar, até o próximo mês, uma proposta de emenda constitucional (PEC), segundo o jornal “Valor”.

José Serra
Crédito: Geraldo Magela/Agência SenadoO senador José Serra (PSDB-SP) será o responsável pela elaboração do texto da PEC

A decisão saiu de um encontro na última quinta-feira que contou com a presença do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o vice-presidente Antonio Anastasia (PSDB-MG), Tasso Jereissati (PSDB-CE), a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS) e o senador José Serra (PSDB-SP), que responsável por elaborar o texto da PEC

Para Serra, a proposta não afeta o presidente Jair Bolsonaro imediatamente, mas que reflete as dificuldades que o governo tem enfrentando já nos primeiros meses.

“É óbvio que as dificuldades vistas nestes três meses do governo mostram que o sistema está esgotado. É preciso propor outro modelo”, disse Serra ao “Valor.

A ideia, segundo José Serra,  é um sistema similar ao da França ou de Portugal.