CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Governo Bolsonaro cancelou publicidade com Neymar, informa ‘Veja’

Por: Redação
Crédito: DivulgaçãoNeymar em uma das campanhas da Gillette, marca que também deixou de patrocinar o jogador

Em reportagem de capa, a revista “Veja” informa que o governo Bolsonaro cancelou uma publicidade que seria estrelada por Neymar. A propaganda já estava marcada para ser lançada em defesa da reforma da Previdência Social.

Pelos bastidores, sabe-se que essa publicidade ajudaria a abater a dívida do jogador com a Receita Federal.

Essa informação integra trecho da reportagem na qual a “Veja” mostra que, apesar de ainda não existir condenação devido à acusação de estupro feita pela modelo Najila Trindade, o atleta já tem perdas. Veja trechos:

Caso Neymar: tudo o que se sabe sobre a acusação de estupro até agora

“A Red Bull, que o patrocina desde 2010, pediu rápidos esclarecimentos, e pode ser a primeira a abandonar o barco”, diz a revista.

Já a Nike, que o acompanha há 14 anos, emitiu nota em que diz estar “profundamente preocupada” com as acusações. “A Mastercard tinha comerciais prontos para ir ao ar durante a Copa América e os cancelou. […] E o Real Madrid, que demonstrara interesse pelo brasileiro, recuou.”

“Logo depois da agressão contra um torcedor, a Gillette não renovou o contrato com o atleta (uma decisão que havia sido tomada antes, mas que o episódio mercurial só reforçou)”, publicou a “Veja”.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.