Últimas notícias:
Loading...

15 dicas para fazer uma boa viagem com economia

Desde 1980, no dia 27 de setembro é celebrado o Dia Mundial do Turismo. Para celebrar a data reunimos algumas dicas para que você que ama viajar, faça uma viagem tranquila e traga na mala apenas boas histórias para contar. Ficar atento a estas sugestões faz com que você poupe tempo, dinheiro e aproveite ao máximo sua viagem. Confira:

Algumas dicas contribuem para você evitar transtornos e aproveitar sua viagem 
Algumas dicas contribuem para você evitar transtornos e aproveitar sua viagem 

1)  Meses antes de você viajar, cadastre-se em sites que oferecem alertas de passagens com preços mais em conta. Assim você já reserva uma grana, monitora o preço das passagens e  quando o preço abaixar você compra e economiza.

2) Cadastre-se num programa de milhas para acumular pontos e trocá-los por passagens aéreas, hospedagem, locação de carros, entre outros.

3) Se você está com intenção de viajar para o exterior em breve, mesmo sem ter uma data definida,  já faça ou renove seu passaporte. No período de férias, o agendamento para retirar o passaporte pode levar meses e aí você precisa se virar nos 30 para não perder aquela viagem dos sonhos.

4) Definitivamente, ao viajar, você não precisa levar sua casa inteira em 20 malas. Calcule o número de dias que você vai ficar fora, os locais que vai visitar, as atividades (balada, esportes radicais, jantar de luxo, etc) e pense nas roupas e objetos que você vai precisar. Leve somente o necessário.

5) Procure levar roupas neutras, como por exemplo preto, cinza, branco, azul-marinho, marrom e bege. Capriche nos acessórios: cintos, colares, brincos, lenços, tiaras etc. Essas peças ocupam menos espaço na mala, você muda o look e não sai com a mesma roupa em todas as fotos.

6) Use uma tag de mala para identificar sua bagagem. Pode acontecer dela ser extraviada, aí como você vai encontrá-la? Outra dica também é colocar uma fita de cetim colorida que ajuda a diferenciá-la de outras malas.

7) Leve sempre um kit de primeiros socorros. Não importa se você vai mochilar, ou viajar de pacote. Leve os remédios de uso contínuo e aqueles para imprevistos: dor de cabeça, dor de barriga. A região aonde você viajará pode não ter o remédio com o qual você está acostumado e ai já viu: vai perder um dia de passeio?

8) Caso você não viaje por pacote, em que todas as atividades já estão estipuladas, pesquise as atrações do lugar para onde você vai. Isto porque, alguns lugares têm dias específicos com entrada gratuita e isso vai representar uma grande economia no seu orçamento.

9) Confira qual a voltagem da região aonde você vai viajar e leve aparelhos bivolts para não correr o risco de queimar seu secador ou chapinha. Se for para o exterior veja qual o padrão da tomada e leve um adaptador.

10) Se puder tenha consigo um moneybelt, doleira ou porta-dólar (cada um conhece por um nome) que é uma bolsa fina que você coloca na cintura muitas vezes por baixo da roupa (ou não). Carregue nela os documentos, cartões e dinheiro.

11) Nunca, mas nunca mesmo saia na rua sem um documento que te identifique, seja ele passaporte ou RG. Se porventura, acontecer alguma fatalidade, como você poderá ser identificado? Principalmente num outro país. 

12) Pesquise sempre se o local para onde você viajar não tem risco de alguma doença. De qualquer forma, tenha as vacinas sempre em dia e sua carteirinha de vacinação atualizada.

13) Um turista que se preze não pode deixar de ter uma câmera fotográfica. Saiba usar todos os recursos, se ela é nova, teste antes. Não vá perder uma foto fenomenal porque não sabe usar os recursos. Procure sempre fazer um backup das fotos, vai que acontece algo com sua câmera e lá se vão suas fotos incríveis.

14) Leve para os passeios, sua garrafa de água para abastecê-la onde tiver um bebedouro e com isso, se hidratar e economizar com água. Além disso, compre frutas e snacks saudáveis para quando bater aquela fome, você não parar no primeiro lugar que encontrar, que pode não ser o mais barato, para comer alguma coisa.

15) Alguns lugares exigem um guia turístico para que você possa conhecê-lo e outros ainda, apesar de não exigirem um guia, com o acompanhamento de um ficam mais interessantes. Procure sempre juntar mais pessoas para dividir este valor, conhecer melhor a atração e ainda economizar.