Últimas notícias:

Loading...

6 lugares para conhecer melhor Curitiba sem gastar R$ 1

Por: Luciana Reis

Curitiba é a cidade mais verde da América Latina. Bosques, parques e outras áreas são opções de lazer para toda família. O melhor é ter contato com a natureza, se divertir e tirar belas fotos sem gastar R$ 1. Selecionamos 6 opções para curtir a capital paranaense sem gastar nada. Confira:

Parque Tanguá

O Parque Tanguá é amplo e um dos mais bonitos de Curitiba. Logo na entrada há uma enorme fonte. Mais adiante duas torres que funcionam como um mirante que possibilita ver todo o parque construído em uma antiga pedreira. Além disso, é um ótimo lugar para contemplar o pôr do sol. A parte inferior oferece um lago, pista de cooper, ciclovia, deck, túnel artificial e tem muitas araucárias e hortênsias.

Bosque do Alemão

O Bosque Alemão foi criado em 1996 para homenagear a cultura e as tradições que os imigrantes alemães trouxeram para capital paranaense. O bosque reúne diversas atrações: a Torre dos Filósofos é uma estrutura de madeira que oferece uma bela vista da cidade de Curitiba. Ao descer há um caminho arborizado com azulejos contando a história de João e Maria, obra dos irmãos Grimm, escrita em 1812 e tão conhecida até hoje pelas crianças.

O Oratório Bach, construção que homenageia o compositor alemão Johann Sebastian Bach, é uma sala para realização de concertos musicais. Ele está instalado dentro da réplica de uma igreja Presbiteriana antiga. Ao lado do Oratório há uma lanchonete que oferece delícias da culinária alemã.

A Casa Encantada, representa a casa da Bruxa da história João e Maria. Nela funciona uma biblioteca infantil e nos finais de semana há contação de histórias infantis para os pequenos. O Portal Alemão impressiona pela grandeza e beleza. Essa parede amarela reproduz a fachada da Casa de Mila que foi construída em 1870 por imigrantes alemães no centro histórico.

Jardim Botânico

Parada obrigatória para quem visita a capital paranaense, o Jardim Botânico vive repleto de turistas porque é um cenário inspirador. Ele tem duas estufas, uma exclusiva para estudos botânicos que não é aberta ao público e outra que é uma das grandes atrações. Feita de estrutura metálica com 3 abóbadas ela é inspirada num palácio de cristal que existiu de fato, no século XIX em Londres. A estufa tem dois andares, uma bonita fonte e abriga as mais diversas espécies de plantas.

De dentro da estufa é possível ter uma visão geral dos jardins geométricos inspirados nos jardins franceses. Ao redor da estufa há um espaço cultural para exposições. O Museu Botânico Municipal tem exposições, biblioteca e espécies diversas.  Também há espaço dedicado para atividades físicas e uma pista para caminhadas ao redor do bosque.

Ópera de Arame

A Ópera de Arame é um dos principais pontos turísticos de Curitiba que reúne arquitetura e natureza, formando um lugar harmonioso ideal para tirar fotos incríveis. O ambiente é todo construído com uma estrutura tubular. Sua função principal é ser palco de apresentações artísticas e culturais para mais de 1.500 pessoas. A Ópera de Arame foi inaugurada em 1992 e construída próxima do Parque Pedreiras, em meio à mata.  A bela cascata de 10 metros chama a atenção, assim como o lago com carpas e a vegetação. Há também um café aconchegante.

Memorial Ucraniano

O memorial dentro do Parque Tingüi homenageia o centenário da chegada dos imigrantes ucranianos em Curitiba. Logo na entrada, o enorme portal feito de madeira tem belas flores em frente que são uma atração à parte. Adiante chama a atenção a réplica da igreja ucraniana de São Miguel, na Serra do Tigre (município de Mallet), uma das mais antigas do país. A construção feita toda em madeira no estilo bizantino tem uma exposição permanente de pêssankas (ovos pintados à mão). Numa casa típica com arquitetura ucraniana é possível comprar produtos artesanais. O memorial rende belas fotos e uma imersão nas tradições ucranianas.

Bosque do Papa

Criado após a visita do Papa João Paulo II em 1980, é uma homenagem aos imigrantes poloneses. Ele reúne casas típicas polonesas, objetos e símbolos da terra natal do Papa. Além disso há uma loja com doces típicos e souvenirs como as famosas Pêssankas, ovos pintados à mão em filigranas, que celebram a Páscoa. O projeto paisagístico de Burle Marx, conta com uma trilha, uma estátua do Papa João Paulo II e um monumento em homenagem a Nicolau Copérnico.

Compartilhe: