Desempregado vence dificuldades e vira dono de 15 franquias

Por: Silvia Melo

Para chegar ao sucesso, Fabiano Castro, de 38 anos, teve que passar antes por várias dificuldades. Aos 22 anos, foi demitido do emprego em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, e se viu obrigado a trancar o curso de Administração de Empresas.  Nos classificados do jornal encontrou uma oportunidade que mudaria o curso da sua vida: uma vaga como assessor de marketing de uma escola de idiomas. Ali começava a escalada de sucesso de Castro.

Arquivo pessoal
Desempregado deu a volta por cima e venceu

Quase um ano depois, no novo emprego, ele recebia uma proposta para abrir em São Paulo uma franquia da Minds Idiomas em parceria com o chefe.  O negócio deu tão certo que em três meses a escola já contava com 600 alunos.

Com o sucesso, ele abriu mais uma franquia na capital paulista, mas resolveu largar tudo e empreender em Belém (PA), que oferecia pouca concorrência na área. “O Norte do país era muito carente em treinamento e enxerguei uma grande oportunidade”, conta. Para isso, vendeu tudo o que tinha em São Paulo, inclusive as franquias, e se mudou com a cara e a coragem para o novo endereço.

Em 1999, o jovem empreendedor abria a primeira unidade da Minds Idiomas em Belém, com 20 funcionários. Mas as dificuldades vieram… Castro conta que sua escola foi recebida com desconfiança por parte da população. “As pessoas pensavam que tínhamos ido para lá para dar um golpe”, lembra.

Com muita dedicação e trabalho, ele foi mudando o pensamento local e abriu três novas unidades no estado. Como as coisas foram dando certo, passou a enviar seus funcionários para montar outras unidades no restante do país. Hoje, ele conta com 15 escolas espalhadas pelo Brasil e é o maior franqueado da marca.