Dicas para economizar nas férias das crianças

Conheça 10 atividades para entreter as crianças nas férias gastando muito pouco.

O recesso escolar de julho chegou, mas como viajar nem sempre é uma realidade possível, aí sempre pinta aquela dúvida: como divertir as crianças sem gastar? Sem as atividades escolares para ocupar o tempo dos pequenos, deixá-los sem nenhuma recreação é uma forma de estimular o sedentarismo, o que pode até mesmo prejudicar a saúde e o desenvolvimento infantil, alerta a coordenadora de Educação Física do Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande, Ana Priscila Cayres.

“A criança deve estar brincando, jogando, preferencialmente, em atividades coletivas. Estar entre amigos, sem stress, com dinâmicas cheias de energias e de criatividade ajudarão no retorno ao período escolar mais proveitoso, ” analisa  a especialista.

Já a coordenadora do curso de Pedagogia, Erika Karla Barros da Costa aponta é importante ocupar as férias com brincadeiras educativas e que preferencialmente envolvam toda a família, o que vai contribuir para reforçar ainda mais os laços afetivos entre os familiares. Por isso, ela recomenda: “Como a época de julho nem sempre é propícia para viagens, os adultos (pais, mães e responsáveis) precisam organizar momentos de lazer dentro de casa, esquecendo as longas horas em frente à televisão, do computador, do smartphone e dos jogos de videogame”.

Para tornar as férias das crianças inesquecíveis, repletas de diversão e aprendizagem, não é necessário nenhum gasto exorbitante. Separamos alguns programas para fazer com a família sem precisar pegar a estrada, nem gastar tanto. Uma das dicas é reeditar os velhos tempos da sua infância e propor as antigas brincadeiras de rua às crianças, como queimada, pega-pega e pique-bandeira. Veja 10 sugestões para distrair a criançada:

1) Parques públicos são boas opções para andar de bicicleta, patins, skate ou simplesmente caminhar. Na época das férias escolares muitos desses espaços ainda contam com programações especiais e gratuitas para a garotada. Pesquise na internet.

2) Caso sua cidade possua ciclovias ou espaços seguros para andar de bicicleta, organize passeios ciclísticos com a família e amigos.

Istockk/Marilyn Nieves
Parques podem render ótimos passeios de bike

3) Procure por programação gratuita de teatro. Nos meses de férias, costumam ter apresentações em praças e parques.

4) Improvise uma sessão de cinema em casa. Faça uma votação entre todos para definir o filme favorito. Para que o ambiente fique mais aconchegante espalhe colchões, almofadas e edredons. Prepare um balde de pipocas para todos e aperte o Play.

5) Um meio de estimular a criatividade é propor que as crianças fabriquem seus próprios brinquedos. Garrafas pets por exemplo, assim como outros materiais recicláveis podem se transformar em boliche, bilboquê, cai não cai, jogo de argola. Na internet você vai encontrar diversas ideias e tutoriais, ensinando como reutilizar os materiais.

6) Convide sobrinhos e filhos de amigos para uma festa do pijama. Crie gincanas e conte histórias aos pequenos. Vai ser uma verdadeira festa.

7)  Muitos condomínios possuem áreas de lazer que acabam não sendo muito utilizadas pelos moradores. Organize campeonatos internos de futebol ou vôlei entre pais e filhos. Se a temperatura permitir, aproveite também a piscina. Vai ser divertido e ajuda na integração dos condôminos.

8) Não dê chance ao computador. Promova atividades que integrem todos da família. Monte uma cabana no meio da sala, por exemplo, apague as luzes e use lanternas para simular uma noite no acampamento.

Pinterest/Tatiane Bertussi
Improvise uma cabana na sala

9) Que tal montar uma exposição de obras de arte dos pequenos? Disponibilize papéis, materiais de pintura e deixe as crianças soltarem a imaginação. “É importante lembrar que a tinta usada precisa ser antialérgica”, esclarece Erika. Ao final cole os quadros na parede para todos apreciarem.

10) Brincar de mímica sempre diverte a todos. Escreva nomes de animais, objetos e algumas ações em pedaços de papel e coloque-os em um recipiente para serem sorteados. Cada participante deve tirar um papel e fazer a mímica correspondente para que os outros tentem adivinhá-la. Quem acertar, marca ponto e faz a próxima mímica.

Cadastre-se aqui e fique por dentro das melhores dicas do Catraca Livre.

Compartilhe: