Últimas notícias:

Loading...

Doceria que começou na janela de casa pode virar franquia

Por: Silvia Melo

Sem dinheiro para abrir uma doceria em um ponto comercial, a artista plástica paulista Iara Battoni resolveu se instalar na janela de casa. Foi assim que nasceu em 2012, na cidade de Amparo, no interior de São Paulo, A Janela da Namoradeira.

Divulgação
Iara Battoni vende doce da janela do quarto

“Havia voltado para minha cidade natal após ter me formado em Figurino no Rio de Janeiro, sabia que não queria seguir a carreira que havia estudado, mas, sim, ter um negócio próprio e que esse fosse inovador. Foi então que resolvi montar algo temporário só para ganhar uma grana enquanto não sabia o que faria”, conta a jovem.

A fachada do negócio, que dá diretamente para rua, foi, então, decorada com arranjos coloridos, tintas e painéis decorativos que Iara tinha em casa. E a ideia deu tão certo que as vendas de chocolate quente, que deveriam durar 15 dias, período do festival de inverno da cidade, não pararam mais.

Hoje, quatro anos depois da iniciativa, Iara conseguiu ampliar o empreendimento para além da janela de casa. Com a ajuda de uma assistente, a paulista fornece variados tipos de doces para cafeterias, participa de feiras e agora pensa em transformar o negócio em franquia. “Acredito que tem muito potencial para isso. Vejo a ‘Janela’ em vários lugares e estamos trabalhando no planejamento”, conta.

A empresária não revela o faturamento, mas deixa uma dica para os aspirantes a empreendedores: “se você tem uma ideia, agarre-a, acredite nela e verá que é possível de se tornar real. Junte toda sua sabedoria, sua experiência de vida, pois tudo que viveu até hoje é válido, pode ter certeza!”.

Compartilhe: